Saiba se a “risada de porco” de Eliezer do BBB 22 pode indicar algum problema na saúde do seu filho

O participante do reality, Eliezer, de 31 anos, designer e empresário, tem uma risada parecida com o som de um porco – o que chamou a atenção dos outros participantes e na internet, muitas pessoas se identificaram

Resumo da Notícia

  • Rir faz bem para o coração, pulmão, sistema imunológico e, principalmente, para a saúde mental e emocional
  • Afinal é delicioso olhar para o filho e ver aquela gargalhada deliciosa
  • No entanto, após o início do BBB 22 um tipo de risada chamou a atenção das famílias: a risada de porco

Rir faz bem para o coração, pulmão, sistema imunológico e, principalmente, para a saúde mental e emocional. Afinal, quem não ama olhar para o filho e ver aquela gargalhada deliciosa? No entanto, após o início do BBB 22 um tipo de risada chamou a atenção das famílias: a risada de porco.

-Publicidade-

Como uma característica natural, ao gargalhar, a pessoa emite um som que se assemelha ao grunhir de um porco – uma vibração na musculatura. Na maior parte das vezes, o barulho pode surgir no meio de uma risada “tradicional”, como também pode ser apresentada de forma repetitiva.

Entenda a risada de Eliezer, do BBB 22
Entenda a risada de Eliezer, do BBB 22 (Foto: Reprodução/ Instagram)

O participante, Eliezer, de 31 anos, designer e empresário, tem uma risada parecida com o som de um porco – o que chamou a atenção dos outros participantes e na internet, muitas pessoas se identificaram. Conversamos com  Arnaldo Braga Tamiso, otorrinolaringologista do Hospital Paulista, e o médico explica o porquê de algumas pessoas rirem desse jeito.

Quando uma pessoa ri, várias estruturas do corpo estão envolvidas: desde os lábios, mudanças na posição da língua até alterações respiratórias. “A risada com escape de ar pela garganta, como é chamado esse tipo de gargalhada, pode acontecer por diversos motivos. Entre eles a obstrução nasal por algum desvio de septo ou aumento das carnes esponjosas, flacidez ou malformações no palato mole, quando a pessoa não consegue fechar a comunicação da passagem de ar entre a garganta e o nariz”, explica.

Se meu filho rir assim, devo me preocupar?

De acordo com o especialista, a “risada de porco” não é um problema grave, porém, é necessário atenção, já que existe uma ligação com distúrbios respiratórios que podem afetar a qualidade de vida da criança. Ronco noturno e/ou apneia de sono, respiração oral associada à dificuldade de praticar esportes e cansaço acima do normal estão entre os sintomas.

Também deve-se ter atenção em caso de dor de garganta recorrente, roncos, coriza, alterações no olfato, sonolência diurna e sono de qualidade ruim. Então, o cuidado nunca é demais. “Caso o escape de ar esteja associado a quaisquer destas dificuldades respiratórias, deve-se, sim, procurar um otorrino ou o pediatra para avaliação”, pontua.

Além disso, a “risada de porco”, apesar de divertida, pode constranger a criança ou adulto que sofre com esse escape na garganta. Neste caso, é possível tratar com cirurgias ou tratamentos específicos. “A fonoterapia, em conjunto, feita através de exercícios de fortificação da musculatura, possui ótimos resultados, capazes de acabar com os constrangimentos causados pelas ‘risadas de porco’”, finaliza o médico.

Saiba o que é a "risada de porco"
Saiba o que é a “risada de porco” (Foto: Getty Images)

Isabela, irmã caçula do empresário, disse que a risada de Eliezer chama atenção desde que eram pequenos. “A gente já passou muita vergonha em restaurantes, porque ele começava a rir e as pessoas olhavam. E quanto mais a gente falava para ele parar, mais ele caía na gargalhada”, afirmou à Revista Kogut.

Não pare de rir! 

De acordo com especialistas, rir é fundamental para a saúde, mas tem diferentes graus de intensidade sendo mais intensas ou comedidas  e está tudo bem. Toda risada é considerada um aspecto individual e único, que pode se alterar com o tempo ou com a sua intensidade. Por isso, rir de uma maneira diferente não significa, necessariamente, que há alguma complicação de saúde – é apenas uma característica pessoal.

Portanto, saiba como o bom humor pode transformar situações e até mesmo melhorar a qualidade de vida de toda a família.

Ajuda na resolução de conflitos

Quando existem algumas situações de divergências de opinião, é muito importante manter a calma e ter jogo de cintura para contornar o problema. Segundo Ester Gomes, especialista em desenvolvimento humano, sorrir pode ser uma ótima opção, pois contagia o ambiente.

Saiba o que é a "risada de porco"
Saiba o que é a “risada de porco” (Foto: Getty Images)

“O riso é uma forma de terapia, pois estimula várias regiões do cérebro e o condiciona para a melhora da saúde mental e para o bem estar. Além disso, facilita o dia a dia no ambiente de trabalho, na lida com os filhos, entre outras rotinas, quando alinhamos o bom humor com a comunicação não violenta”, explica.

Auxilia na interação social

A fonoaudióloga Laila Wajntraub explica que é possível treinar o riso, mas ele soa como algo forçado e pode ser facilmente percebido. A melhor maneira de garantir todos os benefícios é quando ele acontece de forma descontraída e genuína. “O riso é transformador. Além de aliviar as rugas, melhora a irrigação sanguínea, trazendo a sensação de bem estar, melhora nossa autoestima e estimula nossa criatividade. Todos esses fatores nos possibilitam nos conectar melhor com o outro, gerando empatia. A gente cria laços”.