Vacina contra covid-19 testada no Brasil é a mais avançada em pesquisa

Ela está sendo pesquisada pela Universidade de Oxford e chegou, atualmente, na terceira etapa dos estudos, a última antes de ser liberada ao mercado. A OMS, no entanto, não estabeleceu prazos para a entrega

Resumo da Notícia

  • Vacina contra coronavírus testa no Brasil é a mais avançada nas pesquisas
  • O produto já foi para a terceira etapa de testes
  • Atrás dela, existem mais 5 vacinas que estão na segunda fase
  • A terceira fase é a última antes da vacina ir para o mercado
Vacina contra o coronavírus testada no Brasil é a mais avançada em pesquisas

A vacina contra a covid-19 pesquisada pela Universidade de Oxford e pela empresa AstraZeneca que está sendo testada no Brasil é, atualmente, a mais avançada no quesito desenvolvimento, segundo a OMS. O cientista Soumya Swaminathan, da Organização Mundial da Saúde, falou, nesta quinta-feira, e se junho, que 17 vacinas estão em fase de testes clínicos e acompanhadas pela agência de saúde.

-Publicidade-

A que está sendo testada pela Universidade de Oxford entrou na terceira fase dos testes, a última antes do produto entrar no mercado. Logo após ela, outras 5 vacinas estão na segunda etapa. Apesar da evolução, o resultado final pode levar meses e a OMS evita revelar prazos. De acordo com a UOL, algumas das pesquisas, por exemplo, deverão levar de doze a 18 meses apenas para examinar os resultados da terceira fase.

No Brasil, o acordo com a Inglaterra prevê a compra das vacinas e transferência de tecnologia. Caso o produto se mostre eficaz, 100 milhões de doses seriam adquiridas. Ana Maria Restrepo, da equipe da OMS, afirmou, também à UOL, que a agência está “encorajada” pelos avanços. Mas evita antecipar qualquer data de conclusão ou resultado. Segundo ela, existem outras 150 candidatas à vacina sendo pesquisadas, mas ainda não entraram na fase de testes clínicos.

-Publicidade-

-Publicidade-