Gravidez

Conheça as 4 doenças mais comuns durante a gestação

É possível prevenir e até mesmo reverter a maior parte dos quadros

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

*Por Gladys Magalhães, mãe de Miguel

Durante a gestação, as mudanças hormonais, de peso e até de comportamento podem provocar o aparecimento de alguns problemas de saúde muito comuns nesta fase da vida. Mas, calma! Com atenção, cuidados e tratamento adequados é possível prevenir, ou mesmo reverter a maior parte dos quadros.

Segundo o ginecologista e obstetra Alexandre Pupo, do Hospital Sírio Libanês, pai de Isadora, Cecília e Teresa, a doença mais comum do período gestacional é a candidíase. Ela aparece por conta da alteração hormonal da gravidez, que modifica a acidez vaginal e favorece a proliferação dos fungos que provocam a doença.

Na gravidez, a candidíase costuma causar apenas um corrimento branco-esverdeado de aspecto de leite talhado; raramente, causa coceira. O tratamento é feito com medicamentos e a prevenção se dá com o uso de roupas leves e calcinhas de algodão. Normalmente, a doença não traz consequências para o bebê.

Infecções urinárias

As infecções urinárias também aparecem com frequência no rol de doenças mais comuns entre as grávidas. Isso porque, no período, a região íntima da mulher costuma ficar mais úmida, o que facilita as bactérias do ânus chegarem à vagina, especialmente a e.coli, explica Pupo.

Outro problema é a diminuição da ingestão de água pelas grávidas, com o objetivo de diminuir o número de idas ao banheiro, o que é bastante prejudicial.  “Para evitar infecções, você deve beber, por dia, de dois a três litros de água, e ir ao banheiro sempre na primeira vontade”, alerta o médico.

As infecções urinárias podem provocar sensação de peso na região do baixo ventre e vontade constante de ir ao banheiro, porém com pouco volume de urina. Além disso, a doença pode levar ao parto prematuro. O tratamento pode ser feito com medicamentos transcritos pelo médico, cada caso é um caso!

Herpes genital

Outra doença comum na gravidez é a herpes genital. Transmitida por relação sexual sem proteção, ou por contaminação cruzada, entre o herpes da boca e o genital, a doença causa pequenas bolhas na região íntima que, se em contato com o bebê, pode contaminá-lo.

Dessa forma, ao menor sinal de problema, o médico deve ser informado para que a futura mãe seja tratada com medicamentos até um mês antes do parto, evitando assim, complicações futuras para o recém-nascido.

“O herpes pode se disseminar no sistema nervoso central da criança causando, em situações raras, encefalite e meningite”, argumenta Pupo.

HPV

Comum entre a população em geral, o HPV também aparece com certa frequência na gravidez. Transmitido por contato, via sexual ou não, o vírus do HPV provoca verrugas na região genital, que devem ser tratadas, por meio de cirurgia, medicamentos, ou laser, antes do parto, visto que o contato do recém-nascido com a verruga pode adoecer a criança.

“Tanto o herpes como o HPV devem ser prevenidos por meio do uso do preservativo e da busca por uma melhor qualidade de vida – com alimentação balanceada, prática leve de exercícios (desde que indicado pelo médico) –  para aumentar o sistema imunológico”, conclui Pupo.

Leia também: