Dor nas costas durante a gravidez: saiba como aliviar e o motivo por trás delas

Tire o peso de suas costas e quadris com estas dicas super úteis!

Resumo da Notícia

  • Entre 50 a 80% de todas as mulheres sentem dor no quadril e nas costas durante a gravidez
  • Falamos com os especialistas para descobrir as 3 doenças mais frequentes e os motivos por trás delas
  • Pedimos também conselhos sobre como você pode lidar com isso!

“Durante a segunda metade da minha gravidez , eu certamente disse “faz massagem nas minhas costas” ao meu marido mais vezes do que “eu te amo”. Tenho 1,70 m de altura e minha barriga de grávida era muito grande. Com isso, minhas costas viviam pagando o preço pelo aumento acelerado do peso. Felizmente, as mãos do meu parceiro aliviavam temporariamente a dor, mas voltavam no dia seguinte. Eu reclamei para amigas, e elas apenas balançavam a cabeça com simpatia”, contou uma mãe à revista americana Parents.

-Publicidade-

“Entre 50 a 80% de todas as mulheres sentem dor no quadril e nas costas durante a gravidez”, afirma Ronald J. Tyszkowski, médico quiroprático, fundador da Clínica de dor lombar relacionada à gravidez no Hospital Feminino e Infantil de Rhode Island, em Providência. “Embora minha dor nas costas fosse um efeito colateral normal da gravidez, que consegui resolver com travesseiros, exercícios e massagem, existem algumas condições relacionadas à gestação mais complicadas, mas ainda comuns, no quadril e nas costas”, adicionou a mulher. Falamos com os especialistas para descobrir as 3 doenças mais frequentes, bem como conselhos sobre como você pode lidar com isso!

Veja 3 maneiras para aliviar as dores nas costas durante a gravidez e o motivo por trás delas (Foto: Getty Images)

Dor nas articulações sacroilíacas

O que é isso

“Sempre que tentava me levantar da posição sentada, e especialmente quando tentava sair da cama, sentia muita dor no quadril esquerdo – a ponto de mancar por alguns minutos ou mais”, conta Alexa Young, de Encino, na Califórnia, mãe de Jack, de 2 meses. “Parecia um músculo distendido ou com cãibras e migrava um pouco para a parte inferior das costas”. Na verdade, a dor nas articulações sacroilíacas (SJP) geralmente é sentida como uma forte sacudida em ambos os lados das costas ou quadris, que pode se estender, inclusive, pelas pernas.

“Muitas mulheres pensam que têm ciática”, diz Tyszkowski, “mas é uma dor sacroilíaca”. Infelizmente, como as duas doenças podem ser semelhantes, você deve consultar o seu médico para determinar qual é a raiz do problema. A diferença é que: a ciática decorre da compressão do nervo, enquanto a SJP está relacionada às articulações.

Por que isso acontece

A SJP é a queixa mais comum de dores nas costas e geralmente surge no segundo trimestre. “A articulação sacroilíaca é onde a coluna vertebral encontra a pélvis”, explica Robert Atlas, MD, presidente de obstetrícia do Mercy Medical Center, em Baltimore. “Durante a gravidez, os hormônios fazem com que as articulações relaxem, o que pode fazer com que você favoreça um lado em detrimento ao outro”, diz Susan Warhus, médica, autora de ‘Countdown to Baby: Answers to the 100 Most Feked Questions About Pregnancy and Childbirth’ (em tradução livre: Contagem Regressiva para Chegada do Bebê: Respostas para as 100 Perguntas Mais Feitas Sobre a Gravidez e Parto). “Isso pode levar à inflamação e mais dor”, conclui.

O que fazer sobre isso

Young diz que aliviou a dor com banhos mornos (não quentes!) e analgésicos. Essas terapias são um bom ponto de partida, desde que você mantenha a água abaixo de 100 graus (qualquer coisa mais quente pode afetar o bebê) e verifique com antecedência com seu médico sobre qualquer medicamento, sugere a Dra. Warhus. Outra opção é consultar um quiroprático pré-natal, que pode realizar um ajuste da coluna para ajudar a corrigir seu desequilíbrio de peso. Se a causa for flutuação hormonal, você pode esperar que a dor diminua após o parto.

Dor na coluna lombar

O que é isso

A dor na coluna lombar (LSP) é uma dor que se espalha por toda a região lombar e, ao contrário da dor lombar geral que muitas experienciam com o aumento de tamanho da barriga, a LSP geralmente começa no primeiro ou segundo trimestre. “Por que isso acontece então? Honestamente, ainda não sabemos”, diz Tyszkowski. “Mas meu melhor palpite é de que muitas das pacientes já tenham problemas preexistentes que aparecem por causa das mudanças físicas que ocorrem durante a gravidez”. Não tem certeza se você tem LSP ou SJP? Normalmente há muito pouca dor no quadril envolvida na LSP, e você não vai senti-la de um lado ou do outro. Como o LSP pode ser difícil de diagnosticar, se você estiver com dor, consulte seu médico!

Por que isso acontece

Se você está predisposto a problemas na parte inferior das costas, você corre um risco maior de ter a dor na coluna lombar, explica Tyszkowski. “Não é incomum ver um início espontâneo de dor na coluna lombar”. Como suas costas já te causam dor, é mais provável que seu corpo fique desequilibrado por causa de mudanças na mecânica corporal. “Os músculos abdominais se alongam e o centro de gravidade é deslocado para a frente graças ao crescimento do útero”, adiciona a Dra. Warhus. “Isso causa uma grande tensão na musculatura das costas”.

O que fazer sobre isso

Depois de obter a aprovação do seu médico, use algumas técnicas que já foram testadas e comprovadas. Carolyn Brann, de San Francisco, mãe de Lily, de 1 ano de idade, conta que aliviou a sua dor com yoga pré-natal, técnica também indicada por Dra. Warhus também recomenda. “O alongamento gato-vaca foi o mais eficaz”, conta Brann. Você pode realizar de 10 a 15 repetições dessa postura uma vez por dia ficando de quatro e alternadamente arqueando e arredondando as costas enquanto inspira e expira. Finalmente, se possível, modifique sua rotina: quanto mais tempo você ficar em pé, mais forte será a dor, pois o estresse de carregar esse peso extra pode causar dores nas costas e má postura.

Ciática

O que é isso

A ciática é uma dor dor aguda, que parecem facadas nas nádegas, pernas e coxas. Felizmente, apenas 1% de todas as mães já passaram por isso.

Por que isso acontece

Infelizmente, desenvolver ciática é jogo de sorte e azar. À medida que seu filho cresce dentro da sua barriga, a cabeça do bebê pode acabar pressionando o nervo ciático e causar inchaço ou hérnia de disco, o que é resumido por um sério “ai!” na gestação.

O que fazer sobre isso

“Eu digo às mulheres para sentar sobre uma bola de tênis em uma superfície dura”, diz a Dra. Warhus. “Que resulta em uma massagem profunda e ajuda a aliviar a dor”. Também, embora você não seja capaz de prevenir a ciática depois dela ocorrer, você pode controlar a sua dor com maior facilidade ao manter a forma e evitar o ganho de peso em excesso, diz o Dr. Atlas.

Claro, todos nós sabemos que a dor nas costas e no quadril pode ser difícil de controlar. Mas aqui está a boa notícia: é tudo temporário. “Meu desconforto desapareceu após o nascimento e me deixou  com um lindo pacote como recompensa”.

5 vezes para chamar um médico sobre a sua dor nas costas

Muitas mulheres grávidas presumem que as dores nas costas simplesmente fazem parte dos 9 meses da gestação. Pode ser dolorido, mas a dor extrema, não é normal. Ligue para o seu médico se você tiver algum dos seguintes sintomas:

  • Sua dor é muito forte;
  • Os analgésicos normais não aliviam os sintomas;
  • Você perde a sensibilidade na virilha;
  • A dor se espalha por baixo das suas costelas;
  • Você tem dor nas costas acompanhada de febre ou manchas.

4 maneiras de prevenir dores nas costas

Não tem certeza se usar salto alto vai te machucar? Uma dica de antemão: vai. Aqui está uma lista útil do que evitar se você estiver com dor nas costas:

  • Usar salto alto – qualquer coisa com mais de 1 a 1 1/2 polegadas pode te causar dor. O salto alto muda drasticamente o centro de gravidade para a frente, causando tensão indevida nos músculos das costas.
  • Levantar objetos pesados – cerca de 7 kg é o máximo. Seus músculos ficam mais relaxados durante a gravidez, então você corre um risco maior de tensioná-los ao levantar pesos.
  • Ficar com a coluna curvada para frente – a má postura aumenta a tensão nos músculos das costas.
  • Testar um novo treino – a gravidez não é um momento para fazer experiências com seu corpo. Isso pode resultar em ferimentos.

 

Matéria traduzida por Letícia Mutchnik, filha de Sofia e Christiano, estagiária na Pais&Filhos