Mulher com dois úteros e duas vaginas dá a luz ao primeiro filho

Evelyn possui uma condição rara que afeta uma a cada 3 mil mulheres no mundo todo, e teve um filho saudável – contrariando a aposta dos médicos

Resumo da Notícia

  • Uma mulher com dois úteros e duas vaginas deu à luz primeiro filho
  • A condição de Evelyn é rara e afeta 1 em cada 3 mil mulheres no mundo todo
  • A criança nasceu saudável, contrariando as apostas médicas
  • O parceiro dela ainda possuía uma baixa contagem de esperma

Uau! Uma mulher com dois úteros e duas vaginas deu à luz uma criança completamente saudável, e contrariou as apostas médicas. A australiana Evelyn é influencer, e teve o primeiro filho com um parceiro que, ainda por cima, possui uma baixa contagem de esperma.

-Publicidade-

O caso é um choque para os médicos do mundo todo –  que ainda não conseguem explicar como um feto cresceu de maneira saudável em um trato reprodutivo que traz pouco espaço para o desenvolvimento dele. Além disso, não se sabe também de que maneira a ovulação trabalha em um corpo como o de Evelyn: se ambos os ovários liberam um óvulo a cada mês ou se eles se alternam.

O caso aconteceu na Austrália (Foto: Reprodução/ Instagram)

A condição da mãe de primeira viagem é raríssima: apenas 1 em cada 3 mil mulheres no mundo todo possuem dois úteros e duas vaginas. Desde sempre, Evelyn ouviu que não poderia ser mãe – pelo menos, não com uma gravidez tradicional. Sobre isso, ela mandou a real para o portal Insider.

Ela contou que descobriu que possuía dois úteros durante um aborto, mas que sempre desconfiou de que havia algo de “diferente” com o próprio corpo: muito por causa da menstruação completamente irregular, que não permitia o uso de absorventes internos. “Foi bom saber o que havia de errado comigo”. Contudo, e mesmo assim, Evelyn deu à luz menino saudável, com 2,3 kg e por meio de uma cesárea.