Mulher engravida para gerar filhos da irmã depois de 33 anos separadas

Andrezza Vidal e Emmanuela Amorim só se conheceram 8 anos atrás e Andrezza decidiu fazer essa boa ação para a irmã

Resumo da Notícia

  • As irmãs só se conheceram a oito anos
  • A decisão de Andrezza foi instantânea
  • Ela já está no quinto mês de gestação

Parceria de irmãs! Andrezza Vidal teve a linda atitude de ceder o próprio útero para gerar os filhos da irmã, Emmanuela Amorim, de 46 anos. Andrezza tem 41 anos e já tem um filho de 13 anos, o Caio. As duas são irmãs apenas por parte de pai e se conheceram só a oito anos atrás. “Eu senti o chamado de Deus e me senti à vontade“, desabafou Andrezza.

-Publicidade-
Andrezza, a irmã Emmanuela e o pai da criança (Foto: Reprodução / Razões para acreditar)

Emmanuela já tem dois filhos do primeiro casamento, que já são adultos, e queria ter um filho com o atual esposo, mas por conta de alguns problemas, como risco de trombose e um problema cardíaco, ela não conseguiu. Então decidiu buscar uma barriga solidária e quando contou para a irmã recebeu uma resposta que não esperava. “Ela me disse: ‘irmã, é isso mesmo o que você quer? Então bora, eu me disponho’. Eu passei mal na hora, comecei a suar, deu arritmia”, relatou.

A decisão foi instantânea a Andrezza não pensou duas vezes antes de se oferecer.  “Não há caneta no céu que possa descrever o que ela fez, é a palavra amor no sentido literal de Deus ter dado o seu próprio filho”, disse Emmanuela sobre o ato da irmã.

Todos os cuidados

Andrezza vive em Campina Grande, na Paraíba e Manu mora em Recife, Pernambuco e foi feito a fertilização in vitro, com o material do esposo de Emmanuela e o óvulo dela, e os embriões dos gêmeos foram carregados por Andrezza. E mesmo distante da irmã e em uma gravidez mais complicada, por se tratar de gêmeos, Andrezza tratou de se cuidar para a gravidez, fez dieta e exercícios de fortalecimento para receber os embriões. “Ela tem todo cuidado do mundo, com a alimentação, com o esforço, onde pisa, é realmente uma relação de muita confiança e ela cuida deles com maior amor do mundo”, disse a irmã.

Andrezza tomando a vacina contra a covid-19 (Foto: Reprodução / Razões para acreditar)

Andrezza segue todas as ordens médicas, nunca falta nas consultas, faz pré-natal e já tomou a vacina da vocid-19, tudo pensando no bem dos sobrinhos. “Quando falo para as pessoas, elas dizem: ‘eu achava que era uma pessoa boa, mas você está me provando que posso ser mais’. Meu testemunho tem inspirado muita gente”, avaliou.

Revelação do sexo

Para descobrir o sexo dos gêmeos, o momento foi com toda a família junta, e a notícia foi de que eles teriam dois meninos: Téo e Davi. “Quando eu toco na barriga dela e falo com eles, eles se mexem”, disse a mamãe. Andrezza se considera uma titia de sorte, privilegiada por participar da vida dos sobrinhos já desde a concepção.

No momento Andrezza está no quinto mês de gestação, e Emmanuela considera isso um sonho, pois já teve complicações nas duas gravidezes e passou por dois abortos. “É um estado de graça. Andrezza está carregando duas sementes. Está lá um pedacinho de mim e do meu marido dentro dela. Eu tô vivendo como quem sonha“, disse