Gravidez

O que você precisa saber sobre inchaço na gravidez

O sintoma aparece a partir do terceiro trimestre

Gabrielle Molento

Gabrielle Molento ,Filha de Claudia e Pedro

Inchaço na gravidez é um sintoma que afeta % das mães (Foto: iStock)

Inchaço na gravidez é um sintoma normal (Foto: iStock)

É extremamente normal que você fique inchadas durante a gravidez. Esse sintoma chega no terceiro trimestre de gestação e afeta principalmente áreas como pernas, pés, braços, mãos e rosto. O motivo? De acordo com o Dr. Alberto Guimarães, obstetra e pai de Beatriz e João Victor, a gravidez aumenta consideravelmente – aproximadamente 50% – a quantidade de sangue e fluídos circulantes em nosso corpo por conta da placenta e da nutrição do bebê.

A retenção extra de líquidos é necessária para suavizar o corpo, permitindo que ele se expanda conforme o bebê cresce. Esses fluidos a mais também ajudam a preparar as articulações e tecidos pélvicos a serem abertos quando chegar o momento do parto. Eles são responsáveis por aproximadamente 25% do aumento de peso durante a gravidez.

Além disso, seu útero faz pressão nas suas veias, o que prejudica o retorno do sangue para o coração. “É como se o útero fosse uma pedra gigante que dificultasse a subida do sangue, o que causa o acúmulo desse nos membros inferiores”, explicou o médico.

Saiba mais sobre gravidez psicológica (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Segundo o Dr. Ricardo Brizzi, angiologista e cirurgião vascular, pai de Eduardo, Carolina e Laura e membro da Sociedade de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro, o mais comum é que o inchaço ocorra progressivamente ao longo do dia, intensificando-se no final da tarde e no começo da noite.

Esse sintoma pode ser algo apenas transitório. No entanto, se ele não passar pode estar mostrando que a mãe tem alguma doença patológica, como trombose, diabetes gestacional ou distúrbios da tireoide. De acordo com o Dr. Domingos Mantelli, ginecologista, obstetra e pai de Giulia e Isabella, é preciso se preocupar quando o inchaço estiver muito avançado ou quando for acompanhado de dores, aumento de temperatura e problemas de visão.

“Também é muito comum que mulheres que estão passando pelo período do pós-parto fiquem inchadas, principalmente se elas tiveram um parto cesárea. Isso acontece pela quantidade de soro que é injetada no corpo da mãe”, explicou Domingos.

Para evitar ou diminuir os sintomas, algumas medidas podem ser tomadas. “Boa postura e posicionamento – usando alguns travesseiros nas costas quando você for dormir, por exemplo – pode ajudar a prevenir a compressão das veias”, disse Alberto.

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Além disso, estimular a região com drenagem linfática, elevar os membros inferiores após refeições, evitar ficar de pé ou sentado por muito tempo, não usar roupas apertadas e sapatos de salto alto, a prática de exercícios físicos e boa alimentação, buscando não consumir industrializados e bebendo muita água, também são opções que ajudam a aliviar o inchaço.

Leia também:

Do tamanho do mundo: saiba como evitar o inchaço na gravidez

Está inchada com a gravidez? Fique tranquila: te ajudamos a prevenir

É possível aliviar o desconforto das pernas cansadas na gravidez