Caso Rafael: mãe faz novo depoimento e alega que não teve intenção de matar o filho

A mãe reafirmou a versão anterior e negou a participação de mais alguém no crime. A polícia continua investigando e fará uma reconstituição da cena no futuro.

Resumo da Notícia

  • Alexandra voltou a dar um depoimento sobre o caso
  • Ela reafirmou o que havia dito, sobre não ter intenção de matar
  • A polícia continua investigando
O corpo do menino foi encontrado na segunda-feira, 25 de maio (Foto: reprodução / Facebook)

Na noite deste sábado (30), Alexandra Dougokenski, de 32 anos, voltou a depor sobre o caso Rafael. O menino de 11 anos foi encontrado morto na última segunda-feira (25) na cidade de Planalto, depois de ficar dez dias desaparecido.

-Publicidade-

O laudo médico confirmou que o menino havia sido estrangulado, diferente da primeira versão oferecida pela mãe, em que a mulher teria contado que havia dado uma superdosagem de um remédio para manter o filho mais calmo. Contudo os médicos observaram que a causa do óbito foi asfixia mecânica.

O depoimento foi feito no Palácio da Polícia, em Porto Alegre. A mãe, que está no Presídio Feminino de Guaíba, já havia comentado sobre o assunto anteriormente. Essa nova seção durou cerca de 5 horas.

-Publicidade-

De acordo com o GauchaZH, o delegado Eiberth Moreira Neto relatou que a mãe manteve a mesma versão anterior, dizendo que ocultou o cadáver depois de checar os sinais vitais e perceber que o filho estava morto.

Ela disse que a principal motivação para a atitude foi a presença do outro filho, de 17 anos, em casa. “Esclarecemos questões abertas na investigação, inclusive, envolvendo bem a dinâmica do fato. Logicamente tem situações que são alegações da defesa e da própria investigada que a nossa linha de investigação não adere”, completou.

Ele contou que o depoimento foi bastante esclarecedor: “Ela respondeu a mais de 200 perguntas de três agentes policiais, não se furtou a nenhuma pergunta e demonstrou uma coerência corretíssima sobre os acontecimentos”.

O advogado de Alexandra reforçou a tese de que a mãe não teve intenção de matar o filho e negou a participação de outra pessoa no crime. O delegado confirmou que farão a reconstituição da cena em um próximo momento.

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.

-Publicidade-