Sobe para 1.700 mortes por coronavírus e 20.715 casos confirmados em São Paulo

Segundo boletim divulgado pela secretaria estadual da Saúde neste domingo, 26 de abril, a capital paulista concentra 65% do total de casos e mortes de SP

Resumo da Notícia

  • Os dados mostra que o novo coronavírus, antes restrita à capital, está avançando para outras regiões do estado
  • 7,5 mil pacientes estão internados em hospitais de SP com suspeita ou confirmação de Covid-19
  • A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado permanece em 58,9%; na Grande São Paulo
A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado permanece em 58,9%; na Grande São Paulo (Foto: Getty Images)

O estado de São Paulo chegou neste domingo, 26 de abril, a 1.700 mortes por coronavírus, de acordo com o boletim divulgado pela secretaria estadual da Saúde. Os óbitos ocorreram em 128 cidades diferentes, mas se concentram na capital, que tem 65% do total de mortes no estado.

-Publicidade-

O interior, o litoral e as cidades da região metropolitana tiveram 1/3 dos casos fatais, o que mostra que o novo coronavírus, antes restrita à capital, está avançando para outras regiões do estado, segundo o G1.

O número de casos confirmados da doença subiu para 20.715 no estado, 7,5 mil pacientes estão internados em hospitais de São Paulo com suspeita ou confirmação de Covid-19 – 2.908 em UTI e 4.619 em enfermaria.

-Publicidade-

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado permanece em 58,9%; na Grande São Paulo, a ocupação é de 77,3%. Entre as vítimas do novo coronavírus predominam idosos (75% dos óbitos) e cardiopatas (60% das mortes). A mortalidade é maior na faixa etária de 70 a 79 anos, com 431 vítimas, seguida por 60 a 69 anos (379 vítimas e, 80 a 89 anos (com 333 casos).

Apesar da predominância de idosos, há pessoas jovens no grupo de vítimas fatais. Foram 218 mortes entre pessoas de 50 a 59 anos, 126 na faixa de 40 a 49, 61 em pessoas de 30 a 39, 15 mortes de 20 a 29 anos e 4 mortes em jovens de 10 a 19 anos. Entre crianças com menos de 10 anos, a primeira morte ocorreu ontem, na capital paulista, em um bebê de sete meses de vida.

-Publicidade-