Pais

Mãe também é gente e erra sim! Não se culpe tanto pelas falhas

Nem sempre acertamos e isso pode ser bom para o relacionamento com os filhos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

ajuda

Somos humanas, e, como humanas, nem sempre acertamos. Contudo, vivemos em busca de uma perfeição que não existe, perfeição essa que, inclusive, queremos mostrar para os nossos filhos. Isso pode ser um grande problema.

“O que me ajuda a contornar as coisas é o entendimento de que é humanamente impossível dar conta de absolutamente tudo com perfeição, como nos comerciais de margarina, pois o ser humano por natureza é imperfeito. Saber pedir ajuda e delegar, quando se confia numa outra pessoa, confere paz de espírito”, comenta Marrie Ometto, do blog Mamãe Plugada e mãe da Clara.

A mãe que não comete erros se torna inalcançável para os filhos, que quando erram se sentem culpados. Não tenha medo de mostrar que é vulnerável: assim vai criar uma conexão mais verdadeira com eles. Assumir e superar os medos traz crescimento para a família.

Quando seus filhos forem adultos, eles saberão que errar faz parte e não sofrerão por isso, pois não somos perfeitos. Podemos sempre tentar de novo. “O filho que tem uma mãe que se ama, se respeita, que compreende seu papel social, que não permite ser diminuída em relacionamentos abusivos, certamente terá um referencial para quando pensar na definição da palavra mulher. É preciso mostrar que ser mãe também é ser uma mulher que compreende que pode muito e, por isso, dá conta de tudo o que dispõe a fazer e ainda é linda do jeito que é e, acima de tudo, feliz!”, diz Mayara Cardoso, socióloga e mãe do Isaac.

Ou seja, não se culpe tanto pelas falhas. Afinal, como a gente sempre diz aqui, mãe também é gente!

*Por Carolina Porne, filha de Sandra e Rubens

Leia também

Você precisa de um tempo para você mesma. E sem culpa!

Toque mágico! Você sabia que dar as mãos ao parceiro alivia dores?

O que aconteceria se seu filho escolhesse seu look durante uma semana?

Relato de mãe: “O coração de uma mãe foi feito para quebrar e curar várias vezes. Não desista”

Mãe também é gente: 5 motivos para você sair com suas amigas