Pais&Filhos no Insta

7 dicas para não deixar a enxaqueca afetar seu relacionamento

Não deixe essa dor atrapalhar sua rotina

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

Chega de sofrer com essa dor! (Foto: iStock)

enxaqueca é uma doença neurológica que afeta cerca de 40 milhões de pessoas nos EUA, sendo 2/3 delas, mulheres. Na maioria das vezes, esse tipo de dor pode impedir a realização de muitas atividades e, até mesmo, interferir no seu relacionamento com seu parceiro e com sua família.

Consulte um médico, você sabe que não pode vencer essa batalha sozinha
Menos da metade das pessoas com enxaqueca procuram ajuda médica. Obter um diagnóstico e um tratamento é o primeiro passo para evitar essas dores. A informação ajuda a esclarecer a enxaqueca, sobre medicamentos para evitá-la ou quanto tempo as crises duram.

Não deixe a enxaqueca fazer você parar de se planejar!
Comece a planejar atividades que sejam mais flexíveis ao invés de desmarcá-los quando a enxaqueca ataca. Por exemplo, se você tirar férias na praia, alugue uma casa grande e combine de ir com outra família. Dessa forma, caso tenha uma crise, você poderá descansar em um quarto enquanto seus filhos brincam em outro lugar.

Quando estiver se sentindo bem, aproveite o dia!
Sabemos que é tentador querer usar esse tempo para fazer outras tarefas, como lavar as roupas ou ficar em dia com seu trabalho. Mas é muito importante se divertir com as pessoas que você ama.

(Foto: iStock)

A enxaqueca pode afetar seus hormônios, incluindo a libido (Foto: iStock)

Amplie sua rede de apoio
Procure amigos e familiares para, ocasionalmente, ficarem com as crianças quando você estiver com alguma crise. Dessa forma, a responsabilidade não fica só para você ou seu parceiro.

Busque outras opções de apoio emocional
Visite o grupo do Facebook “Move Against Migraine” da Fundação Americana da Enxaqueca para encontrar outras pessoas que possam ser mais empáticas e te aconselhar.

Procure maneiras de trazer equilíbrio e intimidade de volta ao seu relacionamento
Marque um jantar especial em casa com seu parceiro, por exemplo. Escolham um filme engraçado para assistirem juntos ou apenas conversem sobre algo que não seja a enxaqueca.

Busque por contato físico
Você sabia que os hormônios liberados após uma relação sexual podem reduzir a dor de cabeça em cerca de 1/3 das pessoas com enxaqueca? O contato físico pode ajudar vocês a se reaproximarem e manterem o relacionamento funcionando.

Leia também:

3 destinos nos Estados Unidos completamente adaptados para crianças com deficiência.

Mais da metade das crianças são estressadas e os pais não percebem, diz estudo.

A importância de um ritual de sono para o bebê.