Bebês

4 sinais de que seu bebê está passando por um surto de crescimento

Mas calma! Não precisa se desesperar

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Perguntar se um bebê está tendo um surto de crescimento é como perguntar se uma preguiça está com um feitiço de cansaço. É o que eles fazem. Os bebês crescem muito mais rápido no primeiro ano de vida do que em qualquer outro momento, exceto no útero.

Uma criança em idade escolar típica cresce cerca de cinco centímetros por ano. Durante a puberdade, esse número aumenta para dez. Nos primeiros 12 meses, o bebê cresce muito rápido: são impressionantes 25,4 centímetros.

Mesmo dentro dessa temporada de crescimento, alguns bebês experimentam rajadas curtas de altura e ganho de peso rápidos. Cada criança é diferente, por isso é impossível dizer se ou quando esses “surtos” ocorrerão, diz Clare Bush, professora assistente de pediatria no Centro Médico da Universidade de Columbia. Ela frequentemente vê um pequeno surto de crescimento quando um recém-nascido tem de sete a dez dias de idade.

Pode haver outro pico em torno de um mês, mas os especialistas tendem a olhar para outros pontos de referência: o bebê está dobrando seu peso aos quatro meses? Triplicando isso em um ano? Geralmente progredindo ao longo de sua própria curva de crescimento?

Leigh Anne O’Connor, uma consultora de lactação certificada pelo conselho de consultoria particular na cidade de Nova York, diz que geralmente vê surtos de crescimento por volta das três semanas, seis semanas, três meses e seis meses de vida. Mas o melhor indicador é o seu bebê. Aqui estão os sinais que você deve ficar atenta:

Seu bebê está constantemente com fome

Apenas quando você pensa que descobriu um horário de alimentação, seu filho de repente quer comer o tempo todo. “Tudo é acelerado no primeiro ano de vida. O metabolismo é rápido, a frequência de necessidade de alimentos é rápida”, explica o Dr. Joshua May, endocrinologista pediátrico do Centro Médico de Los Angeles. “Essas calorias servem para o crescimento, seja construindo reservas de células de gordura, músculos ou – com a ajuda de hormônios – realmente modificando fisicamente a estrutura dos ossos”.

Os padrões de sono do seu bebê mudam

Alguns pais relatam que seus bebês dormem mais durante os períodos de crescimento, enquanto outros relatam que os filhos dormem menos, diz a Dra. Bush. Uma coisa é certa: o sono desempenha um papel vital na produção do hormônio primário do crescimento. Então relaxe e deixe a criança cochilar.

Seu filho está mais agitado do que o normal

Os bebês sentem dores de crescimento? “Eu acho que é lógico que, se houver um grande crescimento, os tendões e os músculos estão sendo esticados no corpo e isso pode estar associado a alguma dor”, conta o Dr. May.

Ele dominou novos truques

Ok, é um pouco difícil fazer relação com a capacidade recém-descoberta de seu filho de bater palmas ou segurar um brinquedo com um surto de crescimento específico. Mas o cérebro de da criança aumenta fisicamente junto com o resto de seu corpo enquanto aprende a navegar pelo mundo, fazendo com que seu crânio cresça.

Observe que o crescimento, como a dentição, é fácil de confundir com outros problemas. Um bebê excessivamente sonolento ou agitado pode indicar doença, enquanto a fome constante pode indicar um baixo suprimento de leite. Se o seu bebê está fazendo xixi e cocô, você pode assumir que a oferta não é um problema e se sentir confortável em saber que a vontade de se alimentar constantemente vai passar.

Leia também:

Antes e depois: veja o crescimento de 13 filhos de celebridades

Dor do crescimento: sim, ela existe!

Como a chupeta pode interferir no desenvolvimento da fala do seu filho