Primeira dentição: os principais cuidados e dicas para evitar a vermelhidão na boca do bebê

Os sintomas da primeira dentição podem incluir dor na gengiva, erupção na boca e produção excessiva de saliva, além de irritabilidade do seu filho

Resumo da Notícia

  • Os dentes começam a nascer por volta dos seis meses
  • Quando os dentes começam a nascer, o bebê pode dar alguns sinais
  • Para que essa fase seja tranquila, a família pode investir em produtos para deixar o bebê mais confortável
Veja dicas de como enfrentar o período da primeira dentição do bebê
Veja dicas de como enfrentar o período da primeira dentição do bebê (Foto: Getty Images)

Seu bebê está babando muito e anda irritado? Os sintomas da primeira dentição do bebê podem incluir dor na gengiva, erupção na boca e produção excessiva de saliva. Essa irritabilidade geralmente piora durante a hora de dormir, quando seu filho não tem as distrações diurnas típicas.

-Publicidade-

Mas é possível driblar esse cenário e deixar essa fase (tão importante!) mais tranquila para você e o bebê. Em parceria com a Mustela, vamos tirar as principais dúvidas sobre o nascimento dos dentes, explicar as fases da dentição do seu filho e o que fazer para evitar a vermelhidão em volta da boca do bebê:

Quando os dentes do bebê começam a nascer?

Os dentes começam a nascer por volta dos seis meses, mas isso não é um padrão. Lembre-se sempre de que cada caso é um caso e o desenvolvimento de cada criança é único. Por isso, quando aparecer qualquer dúvida, procure o pediatra de confiança.

Quando o bebê completar dois ou três anos, ele deverá ter 20 dentes de leite na boca: dez dentes superiores e dez dentes inferiores. É importante ficar de olho no número de dentes, porque algumas crianças podem ter dentes extras ou ausentes. Confira o calendário do nascimento dos dentes de leite feito pela Sociedade Brasileira de Pediatria:

Dentes superiores

  • Incisivos centrais: entre 7 e 12 meses
  • Incisivos laterais: entre 9 e 13 meses
  • Caninos: entre 16 e 22 meses
  • Primeiros molares: entre 13 e 19 meses
  • Segundos molares: entre 25 e 33 meses

Dentes inferiores

  • Segundos molares: entre 20 e 31 meses
  • Primeiros molares: entre 12 e 18 meses
  • Caninos: entre 16 e 23 meses
  • Incisivos laterais: entre 7 e 16 meses
  • Incisivos centrais: entre 6 e 10 meses
O desenvolvimento de cada criança é único! Os dentes do seu filho vão crescer no tempo certo
O desenvolvimento de cada criança é único! Os dentes do seu filho vão crescer no tempo certo (Foto: Getty Images)

Como saber se os dentes do bebê estão nascendo?

Quando os dentes começam a nascer, o bebê pode dar alguns sinais. É muito importante ficar de olho em possíveis inflamações e contaminações, que podem ocorrer pela criança levar objetos à boca. Além disso, é possível notar:

  • Aumento da produção salivar
  • Inquietude
  • Inchaço e sensibilidade da gengiva
  • Problemas para dormir ou irritabilidade durante a noite

Como aliviar a dor de nascimento dos dentes?

Para que essa fase seja vivida da forma mais natural possível a família pode investir em algumas opções caseiras para deixar o bebê mais confortável:

  • Ofereça uma fruta gelada para a criança mastigar, como uma maçã em pedacinhos
  • Use dedeiras de silicone molhadas em água gelada, massageando a gengiva
  • Massagem shantala. Saiba como deixar seu filho mais relaxado com a técnica.
  • Palitinhos de cenoura fria
  • Dependendo da alimentação do bebê, prefira refeições frias e sólidas
  • Com o dedo limpo, faça uma massagem delicadamente na gengiva do bebê

Fonte: Dra. Thelma Parada (CROSP 74771), odontopediatra, mãe de Guilhermina, e embaixadora da Pais&Filhos

Os pais podem ajudar a aliviar a dor na primeira dentição
Os pais podem ajudar a aliviar a dor na primeira dentição (Foto: Getty Images)

Por que o bebê costuma babar mais nessa fase?

As glândulas salivares dos bebês começam a funcionar por volta dos 3 meses de idade, época que acaba coincidindo com os primeiros sinais de que os dentes estão para nascer. O efeito combinado dessas duas mudanças na pele sensível do seu filho pode causar irritações como vermelhidão ao redor da boca e bochechas ou erupção cutânea.

A irritação pode piorar quando a pele do bebê fica úmida e entra em contato com comida e roupa, por exemplo. Por isso, é essencial seguir alguns cuidados para diminuir o desconforto e evitar a vermelhidão e irritação na pele do seu filho:

  • Limpe a baba com um pano macio e não deixe a pele do bebê molhada
  • Renove o estoque de babadores e coloque no seu filho com frequência para criar uma barreira entre as roupas e a saliva do bebê
  • Invista em um sabonete específico para a pele delicada do bebê: produtos agressivos podem piorar ainda mais a vermelhidão
  • Passe um hidratante específico para o tipo de pele do seu bebê ao redor dos lábios e queixo do bebê para criar uma barreira protetora entre a saliva e a pele

Para hidratar, acalmar e recuperar a pele do bebê na região da boca, áreas ressecadas e avermelhadas, nossa dica é o uso do Cicastela, o creme multirreparador da Mustela. Sua fórmula com 91% de ingredientes naturais é hipoalergênica, segura para uso desde o nascimento e em caso de ingestão acidental*.

Cicastela, creme multirreparador da Mustela
Cicastela, creme multirreparador da Mustela (Foto: Divulgação)

Ele também funciona como um reparador da pele em arranhões, marcas de catapora, picadas de insetos, pequenos cortes, queimaduras superficiais e vermelhidão na área das fraldas.

Para complementar a linha de cuidados com os pequenos dodóis do seu filho, que vão além da primeira dentição, temos outra dica de produto da Mustela. Nesta fase em que os bebês querem explorar todo o mundo à sua volta e estão também começando a engatinhar, é comum que pequenos machucados e batidas aconteçam. A gente sabe que é fundamental deixar que seu filho brinque e se aventure à vontade para um bom desenvolvimento.

Mas também é sempre bom ter uma ajuda para aliviar a dor e reparar a pele das crianças! Por isso, o Gel Arnica e Calêndula BIO da Mustela é indicado para acalmar as áreas de desconforto causadas por essas pequenas batidas e quedas. Com 97% de ingredientes de origem natural, o produto alivia a sensação de desconforto, graças às suas propriedades calmantes e refrescantes, não possui fragrância e pode ser usado a partir de 9 meses.

Gel Arnica e Calêndula BIO da Mustela
Gel Arnica e Calêndula BIO da Mustela (Foto: Divulgação)

*Ingestão acidental de pequenas quantidades. Conforme avaliação da fórmula feita por especialista em toxicologia.