Vem ver a resposta aos comentários polêmicos sobre cesárea agendada que recebemos

Se a mulher quiser ela pode, sim, agendar o parto

(Foto: Getty Images)
Se a mulher quiser ela pode, sim, agendar o parto (Foto: Getty Images)

A intenção da série de vídeos “Gravidez Sem Neura” é mostrar todas as opções que existem na hora do parto para que você tenha informação o suficiente e possa escolher o que você quer fazer, mas um recente vídeo sobre direito à cesárea agendada causou uma polêmica nas redes sociais da Pais&Filhos.

Veja o vídeo:

Mas muita gente não assistiu o vídeo completo, apenas o teaser que estava disponível no Instagram e decidiu mostrar indignação em relação ao tema. “Que absurdo! Quem determina a hora certa para o nascimento é a criança, não o médico. Entendam isso”, escreveu uma internauta. E por aí vai…

A fim de esclarecer sobre a verdadeira informação que o vídeo quer passar, decidi fazer um vídeo explicando tudo isso. Vamos lá!

O parto normal é mais benéfico, sim, que a cesárea, mas se a mulher prefere o parto marcado por algum motivo, esse é um direito legítimo dela como prevê a resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM Nº 2.144/2016), que deixa claro que a mulher deve ser orientada de que esta não é a melhor opção.

Além disso, é importante relembrar que a cesárea precisa ser feita no tempo adequado, ou seja, depois das 39 semanas.

Para ver todas os comentários respondidos, vem ver o vídeo:

Leia também:

Atenção, grávidas: as novas regras para parto normal e cesárea começam a valer a partir de hoje!

Por que nenhuma mãe deveria se sentir culpada por fazer uma cesárea

Cesárea a pedido da paciente só poderá ser feita a partir da 39ª semana