Criança

Mãe pede indenização por mordida que o filho levou de coleguinha na creche e juíza surpreende na resposta

Vanessa de Oliveira ficou impressionada com o pedido do processo judicial e expôs sua opinião na sentença

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

(Foto: Gettty Images)

A juíza Vanessa de Oliveira Cavalieri Felix, da vara da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro, criticou duramente o pedido de uma mãe que solicitou receber 20 mil reais de indenização porque o filho de menos de dois anos tinha sido mordido por um colega da creche, de mesma idade, durante o período que a criança esteve estudando no local.

Durante a sentença, Vanessa destacou que não tinha fato no que aconteceu que saísse do normal que acontece com qualquer criança desta faixa etária. “Crianças dessa idade frequentemente adotam comportamentos que seriam inadmissíveis para crianças mais velhas ou adultos. Choram quando contrariadas, empurram, batem, gritam. E mordem”, disse a juíza de acordo com o Tribunal de Justiça do RJ.

No texto da decisão final ainda consta que o menino tinha sido mordido pelo colega depois de bater, arranhar e também morder o outro. “De fato, dói no coração da mãe receber o bebê no fim do dia com uma marca de mordida no seu bracinho. Certamente, a mãe da outra criança também sofreu ao ser informada de que o Autor havida batido, ou arranhado, ou mordido seu filho. Mas o sofrimento faz parte do crescimento. Já diz o ditado, ser mãe é padecer no paraíso”, completou.

A juíza ainda destacou que os adultos estão cada vez mais infantis e assoberbam o Poder Judiciário com ações infundadas como essa.

“Deste modo, a única resposta que o Estado Juiz tem a dar para o Autor e sua genitora é que a vida, e a infância, e a maternidade, são feitas de momentos bons e maus, felizes e tristes, alegrias e aborrecimentos, expectativas frustradas e superadas. Faz parte do crescer. Faz parte do maternar. E, por fim, se não se tem confiança na escola escolhida para o filho, o melhor caminho é escolher outra em que se consiga estabelecer esse sentimento tão importante”, finaliza a sentença.

Leia também:

Bebê de 15 meses volta da creche com marcas de mordidas e mãe desabafa: “Eu não queria acreditar”

Mãe desabafa após filho de 1 ano ser mordido 14 vezes em creche por colega e estamos chocados

Bebê de 6 meses volta da creche com marcas de mordidas e mãe desabafa: “Estou revoltada”