Criança

Pequena heroína: menina de três anos salva a vida do pai

E tudo isso aconteceu por conta de uma ligação no FaceTime

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

Se seu filho está naquela fase de ficar pegando seu celular toda hora, a gente sabe que talvez isso te irrite um pouco. Isso porque você não quer que ele brinquem online, vejam coisas inadequadas ou apertem sem querer algum botão que desconfigure o seu celular. Mas após ler esse caso, você pode mudar de ideia.

No dia 4 de julho, Devon McCabe, mãe de dois filhos, estava no trabalho enquanto sua família estava em casa aproveitando as férias. Mas quando seu marido, Trevor, caiu de repente no chão e não respondeu, foi Molly, de três anos de idade, que socorreu o pai.

De acordo com a família, Molly rapidamente pegou o celular do pai e usou o FaceTime para ligar para a mãe no trabalho. Devon não atendeu a primeira ligação, mas felizmente conseguiu a segunda – e foi isso que salvou a vida de Trevor.

Depois que Devon recebeu a aterrorizante ligação de FaceTime de sua filha, ela disse que ligou imediatamente para a vizinha e sua amiga Janelle e pediu para que elas corressem para a casa dela. Enquanto isso, a mãe saiu do trabalho e correu para casa. Assim que ela chegou, encontrou os paramédicos cuidando de seu marido. “Eu corri para o quintal para ver meus filhos. Comecei a chorar quando vi minha amiga e desabei em seus braços. Molly veio até mim e me disse: ‘Não se preocupe, mãe, meu pai vai ficar bem agora’”, contou Devon ao Babble.

Pouco depois, Trevor foi levado às pressas para o hospital. Não demorou muito até que a família soubesse que ele sofreu um derrame. Ele avançou e já não está mais na UTI, mas ainda precisa se alimentar por um tubo de alimentação e começou a terapia para que possa voltar a andar.

“Nem sabíamos que Molly conseguiria usar o FaceTime sozinha, até porque nós nunca havíamos ensinado isso, mas depois disso estamos crentes e firmes em ensinar nossos filhos o que eles devem fazer em caso de emergências”, explicou a mãe. Ela diz que espera que outros pais que ouvirem sua história usem como exemplo para conversar com seus próprios filhos sobre o que fazer em uma emergência. “Eu quero que os pais lhes ensinem o que fazer quando estão com medo e que é importante ser corajoso nessas horas”, acrescenta.

Leia também:

Para acalmar uma criança que sofreu acidente, bombeiro coloca filme infantil no seu celular

Criança desabafa: “Odeio o celular da minha mãe porque ela nunca sai dele”

Sem desespero! Dicas de primeiros socorros para pequenos acidentes comuns