Sempre alerta: como evitar quedas graves do seu bebê

A fase do crescimento e os primeiros passos, pode significar muitos arranhões e escorregões das crianças. Mas é necessário ficar de olho e prevenir acidentes graves, mesmo dentro de casa

Resumo da Notícia

  • Atenção para os riscos de quedas das crianças
  • Dicas de como tornar sua casa mais segura
  • Quais situações você deve evitar até que o bebê tenha mais força no corpo

Assim que as crianças começam a andar, as escadas se tornam potenciais inimigas. E a queda é a principal causa de internação por motivos acidentais de crianças, segundo a ONG Criança Segura. E isso pode acontecer porque até os 4 anos, seu filho ainda não consegue reconhecer perigos e está desenvolvendo a coordenação motora. Depois, a causa das quedas pode ser a busca por aventuras e velocidade.

-Publicidade-
Sempre alerta: queda dos bebês (Foto: Getty Images)

Cair da escada pode provocar desde pequenas raladuras a traumas mais sérios. Caso fique na dúvida da gravidade, leve-o ao pronto-socorro. A dica para segurança é manter portões no topo e base das escadas e corrimão- se ela for aberta, use redes de proteção.

Além disso, não deixe objetos na passagem e nem tapetes, tenha piso antiderrapante e mantenha a iluminação do local. O mais importante, no entanto, é educar o filho para tomar cuidado e brincar longe dos degraus.
O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis! Para se inscrever, clique aqui e boa sorte!

-Publicidade-

-Publicidade-