AstraZeneca: Anvisa autoriza início de estudo clínico para terceira dose de vacina contra a covid-19

A pesquisa será realizada apenas no Brasil e tem o objetivo de avaliar a eficácia, segurança e imunogenicidade de uma terceira dose do imunizante da AstraZeneca

Resumo da Notícia

  • O objetivo do estudo clínico é avaliar a eficácia, segurança e imunogenicidade de uma terceira dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19
  • A Anvisa autorizou o início dos testes
  • A pesquisa será realizada apenas no Brasil, nos estados da Bahia, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo

Nesta segunda-feira, 19 de julho, a Anvisa autorizou o início de um estudo clínico para avaliar a eficácia, segurança e imunogenicidade de uma terceira dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A pesquisa será realizada nos participantes do estudo inicial que já receberam as duas doses do imunizante, com um intervalo de quatro semanas.

-Publicidade-

A terceira dose do imunizante (AZD1222 – ChAdox1 nCoV-19), o mesmo que já está sendo usado no Programa Nacional de Imunização (PNI), vai ser aplicada nos pacientes depois de 11 a 13 meses da segunda dose da vacina contra a covid-19.

A pesquisa vai ser realizada somente no Brasil, na Bahia (1500 voluntários), Rio Grande do Sul (3000 voluntários), Rio Grande do Norte (1500 voluntários), Rio de Janeiro (1500 voluntários) e São Paulo (2500 voluntários).

O estudo clínico irá estudo clínico para avaliar a eficácia, segurança e imunogenicidade de uma terceira dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 (Foto: Freepick)

Vacinação pode ser anual em São Paulo

O governo do Estado de São Paulo planeja realizar a revacinação contra a covid-19 anualmente. De acordo com o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, a medida deve começar em 17 de janeiro. “Foi exatamente o dia em que nós vacinamos a primeira brasileira, aqui de São Paulo, Mônica Calazans“, explicou.

Até o momento, ele ainda não informou sobre quem será o público prioritário, ou ainda quantas doses serão necessárias. Em outras ocasiões, já havia sido falado sobre a campanha anual de imunização contra a covid-19, assim como o modelo da vacinação contra a gripe é seguido.

O Instituto Butantan está testando sobre o desenvolvimento de uma vacina dupla, que pode proteger tanto quanto a influenza, como a covid-19. A campanha continua avançando em todo o estado de São Paulo e até sexta-feira, 23 de julho, o público de 30 anos terá a primeira dose da vacina.

É planejado que toda a população adulta, acima de 18 anos, seja vacinada contra a covid-19 até o final de agosto. Após esse período, é planejado a imunização para o público a partir de 12 anos de idade.