Boa ação! Professora doa rim e salva vida do zelador da escola onde trabalha

Ao ver que o colega precisava de ajuda, ela prontamente se ofereceu e tudo ocorreu como planejado

Resumo da Notícia

  • Professora doa rim e salva vida do zelador da escola onde trabalha
  • Ela não pôde deixar de ajudar depois que viu a situação na qual o colega estava
  • Ela logo se prontificou para fazer a doação
  • Veja a história completa

Uma professora salvou a vida do zelador da escola onde ela trabalha depois de doar um rim para ele. A equipe da escola Kimball Elementary School já tinha feito uma campanha de arrecadação de fundos pra ajudar Patrick Mertens, de 64 anos, a fazer o tratamento de diálise. Mas a situação de saúde dele acabou piorando e veio a necessidade do transplante.

-Publicidade-
A cirurgia ocorreu como esperado (Foto: reprodução Washington Post)

Foi então que a filha dele, Kayla, foi até o Facebook a procura de doadores para ajudar o pai. Para a surpresa de todos, a doação aconteceu por meio de uma conhecida – e colega de trabalho: a professora da 3ª série, Erin Durga. Além de trabalhar na mesma escola, os três filhos de Durga frequentavam a creche administrada pela esposa de Patrick Mertens, Lynda.

“Senti em meu coração, desde o início, que isso era o que devia fazer”, contou a professora, em entrevista ao jornal The Washington Post. “Depois que decidi que, sim, vou doar para Pat, me senti muito bem com isso e fiquei em paz com isso durante todo o processo”, completou.

Ela fez os testes e viu que era compatível (Foto: reprodução Washington Post)

Depois de fazer todos os testes necessários e ver que realmente era compatível, Durga foi até a casa do zelador para contar a notícia a ele. Mas ele não precisou dizer nada. Bastou uma blusa escrita “Doador” para ele entender o recado. A cirurgia, que aconteceu em julho deste ano, ocorreu como esperado e a vida de Patrick mudou completamente, para melhor. “Ela (a professora) é nosso milagre, nosso anjo”, disse Lynda Mertens, esposa dele. “Seremos eternamente gratos a ela.”