Casal com coronavírus faz desabafo: “Toda a família pegou, a sensação é de impotência”

Rafaella Brasileiro recebeu o positivo para a doença e contou em detalhes como foi passar esses 14 dias em quarentena junto do marido e filhos, também infectados

Resumo da Notícia

  • Rafaella Brasileiro contou os detalhes da quarentena depois da família ser contaminada por coronavírus
  • Ela não esconde os desafios e medos iniciais, mas viu o momento como uma chance de repensar a vida
  • A arquiteta alerta que todos que possam, fiquem em casa e se previnam
A família já foi liberada da quarentena, mas permanece em casa por precaução (Foto: Divulgação)

Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou o estado de pandemia em relação ao coronavírus, o número de casos no Brasil e no mundo continua aumentando. A doença não é motivo para se desesperar, mas merece atenção. Rafaella Brasileiro, arquiteta, mãe de Joaquim e Maria compartilhou com detalhes como foi enfrentar o vírus dentro da própria casa. “Esse tempo foi um malabarismo de muitos acúmulos de função, mas descobrimos várias novas formas de comunicar”.

Ela conta que o marido, Alex, começou a apresentar os primeiros sintomas depois de comparecer a uma feira em São Paulo, que foram juntos. “Como estava tudo tão tenso, decidi ir para hospital. Eles fizeram o exame e desde então, ficamos em isolamento. Na segunda-feira, saiu o resultado positivo para ele”, conta e completa: “Meu marido é muito equilibrado emocionalmente, então ele não se desesperou nenhum momento. Eu chorei bastante, mas sempre saindo de perto das crianças”.  

A mãe, então encomendou o teste em casa alguns dias depois e também recebeu a confirmação de coronavírus, que não foi surpresa devido ao contato com Alex. “Nos primeiros dias, fiquei bem assustada, mas sempre fazendo oração”, explica. Segundo Rafaella, alguns dias foram desesperadores. “Toda a minha família pegou, pais, irmãs, sobrinhas”, desabafa. Mas, depois de um episódio de febre com o filho, em que desabou e depois decidiu agir de forma racional, que teve resultado positivo, ela percebeu que precisava se acalmar para lidar com toda a situação.   

Rafaella contou que os primeiros dias deram medo, mas depois ela conseguiu se acalmar (Foto: Divulgação)

“Nesse momento, a energia é fundamental para mantermos a calma e espírito elevado, porque não tem o que fazer, é uma sensação de impotência”, comenta. Esse tempo em casa, fez a arquiteta refletir sobre tudo e dar mais valor as coisas simples do dia a dia, como estar junta dos filhos: “Deus está dando uma pausa para a gente olhar o que realmente é importante”. Com tantos ensinamentos, ela resolveu usar o Instagram para compartilhar a experiência. 

Ela, que já está acostumada a fazer vídeos no YouTube para arquitetos, ampliou o leque para conscientizar os seguidores: “Queria dar uma visão de quem estava enfrentando isso com a cabeça erguida”. Segundo Rafaella, a grande quantidade de fake news só ajudam a apavorar ainda mais a população e não agir com prudência. Uma das maiores preocupações durante a quarentena foi a relação com as crianças. 

“Estamos tendo a oportunidade de mostrar para os nossos filhos quão equilibrado e forte somos. Se você está negligenciando em casa, não seguindo as recomendações da OMS por exemplo, passa a imagem de um irresponsável. Temos que tomar cuidado com a mensagem que passamos para os nossos filhos. É difícil, mas vai passar. A ideia é transformar esse momento delicado no menos dolorido possível”, acrescenta. Por isso, ela finaliza: “Se você pode e tem responsabilidade, fique em casa! A maioria das pessoas estão se recuperando e vão se recuperar. Nós apenas temos que fazer o nosso melhor dentro de casa”. 

 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!