Criança desesperada escreve carta para cachorra que sumiu: “Te amo, volta para mim”

A menina é muito apegada a cadela. Ela está profundamente triste e faz de tudo para reencontrar Maria, da raça Pinscher

Resumo da Notícia

  • Uma cachorra da raça Pinscher sumiu na terça-feira, 1 de março, na Praia Grande, no litoral de São Paulo
  • Desesperada, a dona da cadela escreveu uma carta pedindo para que ela voltasse
  • A mãe da menina explicou a forma que cachorra
  • A família está tentando reencontrar a cadela de todas as formas

Uma menina de 8 anos ficou desesperada após sua cachorra fugir de casa e desaparecer, na terça-feira, 1 de março, na Praia Grande, no litoral de São Paulo. Na tentativa de recuperar a amiga, a criança escreveu uma carta pedindo para que ela voltasse.

-Publicidade-

Em entrevista ao portal G1, Karla Iglesias, auxiliar administrativa e mãe de Isadora , afirmou que a família é muito apegada à cadela da raça Pinscher, que se chama Maria e tem apenas um ano de idade.

Na carta, que viralizou nas redes sociais, a criança implora pela volta de Maria, e promete que cuidará dela melhor do que já cuidava antes. “Maria, volta para mim, por favor. Eu te amo, volta para mim. Eu prometo que vou cuidar mais do que eu cuidava antes. Por favor, filha. E se você voltar para mim, você promete que nunca mais vai fazer isso? Você é uma cachorrinha muito esperta”, escreveu Isadora para a cachorra.

A menina de 8 anos de idade escreveu essa carta para a cachorra, Maria
A menina de 8 anos de idade escreveu essa carta para a cachorra, Maria (Foto: Reprodução/ G1)

Karla contou que ela deixou a cachorra na casa da vizinha, para que Maria pudesse cruzar com o cachorro dela. O combinado era que no dia 1º, pela manhã, a mãe a buscaria para trazê-la para casa. Mas não foi isso que aconteceu. Chegando à residência para buscar a cachorra, por volta das 8h30, a moça informou que Maria havia fugido por um buraco que tem no muro da casa.

“Logo que soubemos, já começou a correria que está até agora para encontrá-la. Depois que anunciamos o desaparecimento, me chamaram nas redes sociais, e fui informada por uma moça de que minha cachorra foi vista correndo pela Via Expressa Sul, entre os viadutos 5 e 6. De acordo com essa mulher, um carro parou com duas senhoras dentro, e elas levaram a Maria. Eu acredito que elas a resgataram para que o pior não acontecesse, e ainda não devem ter visto as redes sociais”, afirma.

De acordo com Karla, a família está tentando localizar o proprietário do veículo por meio das imagens de câmeras de monitoramento, e explicar que são os donos da cadela. Porém, todos estão muito tristes desde o desaparecimento de Maria.

Isadora era muito apegada a cachorra Maria e ficou desesperada com o sumiço dela
Isadora era muito apegada a cachorra Maria e ficou desesperada com o sumiço dela (Foto: Reprodução/ G1)

“Estamos aflitos, porque a Maria é o nosso xodó, nosso bebê, como família, mesmo. E a minha filha Isadora está inconsolável, chorando pelos cantos, porque as duas sempre foram muito companheiras em tudo. Temos até medo de ela ficar com depressão. Está muito difícil para a gente, só queremos a Maria de volta, estamos fazendo de tudo, e temos fé em reencontrá-la”, finaliza.