Família

Entenda porque as crianças às vezes preferem um dos pais

A boa notícia é que essa fase passa!

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: iStock)

A boa notícia é que essa fase passa! (Foto: iStock)

A maioria das crianças entre 1 e 2 anos passam por um estágio em que preferem um dos pais. Embora possa ser muito bom ser o “escolhido” pelo filho, o outro pode se sentir realmente rejeitado. A boa notícia é que esta fase não é para sempre e não é uma coisa pessoal. O cérebro da criança ainda está se desenvolvendo e só consegue focar um relacionamento de cada vez.

Se o seu filho está mostrando uma forte preferência por um dos pais, aqui está o que se deve ter em mente enquanto você e seu parceiro passam por essa fase:

Não há problema em assumir o controle (às vezes)

Embora o seu bebê possa expressar a preferência em brincar com você e não com o pai, também é bom você insistir para que o pai esteja presente na hora da diversão. No entanto, se o seu filho tiver uma necessidade emocional e só quiser você, vá em frente e ofereça carinho.

Divida o cuidado

Se você está fazendo a maior parte do cuidado, obviamente, seu filho vai se acostumar a estar mais com você e pode rejeitar o pai. No entanto, se as duas partes do casal se envolver em aspectos de cuidados, seu filho vai aprender que mãe e pai compartilham essas tarefas.

Diversão

Se um dos pais fizer todas as atividades “divertidas”, seu filho pode decidir que essa pessoa é mais agradável de se estar por perto. Pense no que você e seu parceiro podem fazer para compartilhar as coisas divertidas.

Saia do centro das atenções

Geralmente, o pai que é evitado por conta de passar o dia fora por causa do trabalho. Se este for o seu caso, tente sair dos holofotes nos finais de semana para dar ao pai a chance de ocupar o centro das atenções em casa.

Mostre amor

Pode ser tentador mostrar ao seu filho o quão triste você se sente se for rejeitado, mas continue forte. Deixe ele saber que está tudo bem e que você o ama mesmo assim.

Crie novas tradições

Se você é o pai que está sendo rejeitado, crie uma atividade especial que apenas vocês dois podem fazer.

Seja paciente

Não adianta forçar seu bebê ou puni-lo se um de vocês se sentir rejeitado e magoado. Ele ainda está desenvolvendo as habilidades de relacionamento e precisa de espaço para poder tomar as próprias decisões quando se trata de pessoas. Como a maioria das fases da criança, isso vai passar.

Leia também:

Desfralde: tudo que você precisa saber sobre essa fase

Seu filho é um colecionador? 5 dicas para lidar com essa fase

Chega de birras! 4 dicas simples para te ajudar nessa fase