Família Real: Príncipe Harry volta a falar com Charles, mas foi através de vídeochamada

De acordo com o The Sun, pai e filho conversaram virtualmente. Ambos enfrentam uma crise no relacionamento desde a saída de Harry da monarquia britânica

Resumo da Notícia

  • Harry e Charles voltaram a se falar
  • Pai e filho conversaram por meio de vídeo chamada
  • Meghan e Harry deixaram a família Real

Príncipe Charles, herdeiro ao trono real da rainha Isabel II, voltou a se falar com o caçula, Harry, de acordo com o jornal britânico “The Sun”. A relação conturbada entre pai e filho marcou início em janeiro de 2020, quando o ex-monarca e a esposa, Meghan Markle, se afastaram da Família Real.

-Publicidade-

“Houve um degelo definitivo nas relações entre Harry e Charles. Eles estão em termos muito melhores e têm tido conversas e videochamadas amigáveis”, afirmou uma fonte ao tablóide. “Foi sugerido a Harry que ele poderia se arrepender de algum mal-estar não resolvido com sua família, e ele aceitou isso. Há uma sensação de que ele está se reaproximando e quer estar mais perto de sua família”, completou.

Charles e Harry enfrentam um relacionamento conturbado desde 2020 (Foto: Getty Images)

O “The Sun” apontou ainda que a iniciativa partiu de Harry, com o objetivo de melhorar o relacionamento com o pai antes do Jubileu de Platina de Isabel II do Reino Unido acontecer entre os dias 2 e 5 de junho de 2022. O evento conta como principal objetivo celebrar os 70 anos de reinado da rainha.

Polêmica

No dia 05 de dezembro, uma reportagem produzida pelo The Sun informou que príncipe Charles não conheceu ainda a neta mais nova da Família Real, Lilibet, de seis meses de idade, fruto do relacionamento do ex príncipe e filho caçula, Harry, com a ex atriz Meghan Markle.

Em junho, época em que a menina nasceu, foi afirmado que Harry e Meghan “apresentaram a Rainha ao bebê Lilibet em uma chamada de vídeo depois que eles voltaram do hospital”. Entretanto, não foi dito se algum outro membro da família estava também presente na ligação. Meghan e Harry deixaram a família Real em Fevereiro deste ano, e o casal ex-duqueses revelou durante entrevista à Oprah que a artista se sentia muito reprimida e insegura quando estava junto com os familiares do marido.

Harry e Meghan Markle com os filhos
Harry e Meghan Markle com os filhos (Foto: Alexi Lubomirski)

Segundo o tabloide britânico, as informações foram apuradas através de uma fonte próxima aos membros da dinastia Windsor, que revelou o desentendimento entre pai e filho, que “quase não se falaram” nos últimos oito meses, como um dos motivos pelo qual Charles não conheceu Lilibet mesmo após 6 meses desde o seu nascimento.

Segundo o The Sun, a relação entre ambos foi abalada ainda mais após publicação da mídia afirmando que o filho recebeu uma doação de 50 mil libras de Mahfouz Marei Mubarak, em 2013 e o valor foi doado para a instituição de caridade Sentebale, criada pelo duque de Sussex. O valor doado pelo magnata saudita Mahfoux, está sendo investigada pelas autoridades, para saber se ele ganhou a condecoração em troca de dinheiro, após um funcionário do monarca facilitar o processo.

De acordo com um amigo do filho da princesa Diana, que não quis se identificar, afirmou que o fato do pai não saber fiscalizar a instituição é um “escândalo”. Tal informação deixou o príncipe “profundamente chocado e ferido”. “Este ataque foi mais prejudicial do que o furto nas habilidades parentais de Charles, porque foi um desafio para a forma como ele conduz seus negócios, que é muito mais negativo para o futuro rei”, afirmou a fonte.