Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert contam detalhes do parto de Maria: “Para chocar a sociedade”

O casal mostrou o vídeo do parto de Maria, caçula do casal, durante o programa “Bem Juntinhos”, do GNT. Os dois chocaram os seguidores ao aparecerem comendo a placenta depois do nascimento

Resumo da Notícia

  • Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert mostraram o vídeo do parto de Maria, caçula do casal, durante o programa "Bem Juntinhos", do GNT
  • A menina veio ao mundo um ano e quatro meses atrás, mas o momento especial foi mostrado na TV nesta semana e chocou os internautas
  • No vídeo, a profissional que dá a placenta ao casal brinca ao servir o órgão

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert mostraram o vídeo do parto de Maria, caçula do casal, durante o programa “Bem Juntinhos”, do GNT. A menina veio ao mundo um ano e quatro meses atrás, mas o momento especial foi mostrado na TV nesta semana e chocou os internautas.

-Publicidade-

No vídeo, a profissional que dá a placenta ao casal brinca ao servir o órgão: “Para chocar a sociedade (risos)”. E Fernanda, enquanto mastiga, brinca: “Pausa e drama”. A prática de comer placenta é chamada placentofagia e, embora incomum no Brasil, é seguida principalmente nos Estados Unidos e em países da Europa.

No país da América do Norte, a placenta é encontrada inclusive em cápsulas. Acredita-se que ingerir o órgão após o nascimento do bebê ajuda a prevenir a depressão pós-parto e outras complicações. Médicos alertam, entretanto, que é preciso cuidado no consumo in natura, já que em alguns casos a placenta pode ser uma fonte de contaminação.

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert comeram placenta depois do parto da última filha (Foto: Reprodução/ Bem Juntinhos)

Também no programa, Fernanda Lima relembrou os desafios da última gravidez. Ela relatou que ficou “imprestável” e que teve muito enjoo durante quase toda a gestação. Segundo ela, os sintomas não foram apenas na gravidez da caçula.

“Eu vomitava da hora que eu acordava à hora que eu dormia. Era de manhã, de tarde, de noite, dormindo, eu acordava vomitando (…) Eu não acreditei que as duas gravidezes foram iguais! Péssimo, nenhum prazer, eu fiquei muito triste, deprê mesmo, de ficar enjoando”, conta.

Sobre o parto da última gestação, ela disse: “Eu comecei todo o processo em casa: banheiro, escurinho, eu e ele [Rodrigo Hilbert], as crianças organizaram um quartinho, eu fiquei lá oito horas, aquela dor, eu queria entender o que acontecia. Chegou um determinado momento, eu realmente pedi arrego: ‘Vamos para o hospital, que eu quero anestesia”.

Com as convidadas Djamilla Ribeiro e Helen Ramos, o casal ainda conversou com as convidadas sobre sexo durante e depois a gravidez e qual é o papel do homem na maternidade.