Mãe entra em trabalho de parto após ir buscar filha mais velha na escola e o relato é impressionante

“Quando olho para trás e penso que dei à luz minha própria filha, me sinto orgulhosa”, declara Serena Nicholls, mãe de Hailei e Callie

Serena Nicholls, mãe de duas meninas, contou sua história emocionante do segundo parto (Foto: Reprodução / Daily Mail / PA Real Life)

A mãe Serena Nicholls, de 24 anos, passou por uma situação surpreendente. Na reta final da gestação, ela estava indo buscar a filha de 3 anos na escola quando começou a sentir contrações. Embora ela tivesse planejado ter um parto domiciliar com a ajuda de uma parteira, ela precisou mudar de planos e dar à luz seu bebê com a ajuda do marido e da cunhada, porque o trabalho de parto foi tão rápido que a parteira não conseguiu chegar a tempo.

-Publicidade-

Apesar disso, Serena disse que a experiência a fez sentir empoderada e, em entrevista ao Daily Mail, ela relembrou o nascimento da filha Callie com muito orgulho. “Quando olho para trás e penso que dei à luz minha própria filha, me sinto orgulhosa. Foi um momento tão empoderador e, o melhor de tudo: Hailie conseguiu conhecer a irmã apenas alguns segundos depois dela nascer”, conta.

Serena deu à luz sua primeira filha, Hailie, em casa e planejava fazer a mesma coisa com sua segunda filha. “As pessoas me diziam que o trabalho de parto é mais rápido na segunda vez, então eu não tinha certeza se conseguiria chegar ao hospital a tempo. Queria estar em casa, onde me sentiria calma e relaxada”, explica ao Daily Mail.

-Publicidade-
Essa foto da família completa foi tirada alguns minutos após o parto (Foto: Reprodução / Daily Mail / PA Real Life)

Tudo começou quando Serena sentiu uma pontada estranha, mas supôs que fosse apenas um alarme falso. Porém, as dores ficaram ainda mais fortes e, durante a visita da parteira, Serena conta que a mulher lhe disse que ela estava apenas com 2 centímetros de dilatação e ainda não estava na hora. “Ela brincou comigo, dizendo: tente não ter um bebê nessa noite, porque não estarei de plantão”, diz Serena.

No final da tarde daquele dia, a mãe foi buscar a filha mais velha na escola. Enquanto estava se arrumando para sair, ela precisou parar porque as dores estavam piorando. Em uma tentativa de se acalmar, Serena foi tomar banho e telefonou para o hospital enquanto entrava no chuveiro. “Eles me disseram que a parteira chegaria dentro de 30 minutos, mas então eu entrei no banho e minha bolsa estourou“, relembra. “Eu sabia que 30 minutos são seriam suficientes. Peguei uma toalha e fui até a sala encontrar meu marido e minha cunhada”.

O marido, Mike, telefonou para a emergência para saber o que fazer naquela situação enquanto sua irmã o ajudava. “Enquanto Mike conversava com a emergência, eu me abaixei e percebi que estava sentindo a cabeça de Callie”, conta Serena. “Então eu só fiz força e, com um empurrão, a cabeça dela estava para fora e, mais um pouco, seu corpo. Então eu me abaixei e a segurei em meus braços”.

O momento em que a irmã mais velha Hailei conheceu a caçula (Foto: Reprodução / Daily Mail / PA Real Life)

Alguns minutos depois, os paramédicos chegaram e Callie e Serena foram encaminhadas para o hospital. Felizmente, estava tudo bem com as duas. “Sempre que conto essa história, as pessoas dizem que fui corajosa, mas acho que tive sorte. Você ouve histórias de parto que dão muito errado, então me sinto muito feliz”, conta Serena.

Ela também disse que apenas seguiu o que seu corpo estava dizendo naquele momento e que cada parto é diferente para cada mulher. “Todo parto é diferente, mas os meus foram inesquecíveis. Além disso, minha mãe, Mike e minha cunhada foram incríveis por estarem ali comigo. É um alívio saber que estamos bem e existe uma onda enorme de amor”, finaliza a mãe.

Atualmente, Callie está com 4 meses de idade e é o xodó da família (Foto: Reprodução / Daily Mail / PA Real Life)

Leia também:

Mãe dá à luz em cadeira de rodas após ficar 90 minutos em trabalho de parto

Mãe dá à luz no meio da rua depois da ambulância ter atrasado

Mãe da à luz bebê número 16 e fala sobre a loucura da rotina com as crianças

-Publicidade-