Mãe obriga filho de 5 anos a correr na rua em dia quente como forma de castigo: “Não prestou atenção na aula”

A mulher compartilhou o vídeo da cena nas redes sociais e foi duramente criticada pelos internautas. Ela apagou a publicação

Resumo da Notícia

  • Katarina Rodriguez obrigou o filho de 5 anos a correr na rua em um dia quente como forma de castigo
  • O menino não prestou atenção em uma aula então a mãe decidiu puni-lo dessa forma
  • A mulher recebeu várias criticas dos internautas nas redes sociais

Uma mãe obrigou o filho de 5 anos a correr na rua em um dia que estava fazendo 40ºC como castigo por “não ter prestado atenção durante a aula”. A atitude de Katarina Rodriguez foi fortemente criticada na rede social em que compartilhou o vídeo do menino cumprindo o castigo.

-Publicidade-

A publicação feita no TikTok já foi deletada pela mãe. Mas o vídeo foi compartilhado pelo portal Daily Mail e nele é possível ver Katarina correndo ao lado da criança, que parece estar muito ofegante e cansada. Enquanto corria e gravava o vídeo ela disse: “Meu filho de 5 anos não quer prestar atenção na aula. Então vamos correr em um dia de 40°C”.

Ela decidiu castigar o filho e fazê-lo correr em um dia de muito calor (Foto: Reprodução/ TikTok)

De acordo com o site, em um outro vídeo a mãe contou: “Ele pensou que íamos correr só até a caixa de correio. Agora ele está morrendo de cansaço“. Ela ainda perguntou ao menino: “Vamos nos comportar na escola?”.

Já em casa a mãe afirmou: “Eu não vou bater. Vou disciplinar. Veremos o comportamento dele amanhã”. O castigo imposto pela mãe foi duramente criticado nos comentários da publicação. “Isso é traumatizante. Punição por não conseguir prestar atenção na sala de aula. Obviamente há algo mais acontecendo com ele”, escreveu um internauta. “Essa é uma maneira de fazer com que a criança não goste mais de praticar exercícios“, disse outra pessoa.

Ela rebateu as críticas (Foto: Reprodução/ TikTok)

Vendo a quantidade de insultos, a mulher, que agora mantém a conta no TikTok privada, fez um vídeo rebatendo as críticas. “Eu fiz meu filho correr porque ele odeia correr como punição, e se você não gosta disso porque acha que é errado, então essa é a sua opinião”, falou.

“Se eu posso assustá-lo com a ameaça de que ele terá que correr se não for respeitoso, vou fazer isso. É melhor do que bater nele. Eu tentei outras ações disciplinares, mas não funcionou para mim”, concluiu.