Menos de 40% das crianças se vacinaram contra a gripe em São Paulo

Mesmo com as crianças sendo o público-alvo para a imunização contra gripe, a vacinação desse grupo não chegou nem a 40% em SP

Resumo da Notícia

  • A Secretaria Estadual da Saúde divulgou um balanço sobre a vacina da gripe em crianças
  • As estatísticas são baixas, com menos de 40% das crianças vacinadas
  • O Secretário Jean Gorinchteyn destacou a importância da vacina da gripe

Na última terça-feira, dia 14 de junho, a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo divulgou um balanço em que é exposto que menos de 40% das crianças do estado foram vacinadas contra a gripe. A campanha conta com 2,6 milhões de crianças como público alvo, no entanto, apenas um milhão foram imunizadas.

-Publicidade-
Ministério da Saúde afirma que nenhuma criança ou adolescente morreu por conta da vacina contra covid-19
Menos de 40% das crianças se vacinaram contra a gripe em São Paulo (Foto: Getty Images)

Até agora, em todo o estado, mais de 7,5 milhões de pessoas tomaram a vacina contra a gripe. Contudo, a cobertura vacinal das gestantes é ainda menor: 30%. Já os idosos e os trabalhadores de saúde foram os grupos que mais se vacinaram, com 60% e 50,7%, respectivamente.

A campanha de vacinação vai até o dia 24 de junho. A dose está disponível nos postos de saúde gratuitamente para idosos, gestantes e puérperas, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, indígenas, professores, além de pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência. A vacina também está à disposição de policiais, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo e rodoviário.

Jean Gorinchteyn, Secretário estadual da Saúde, destacou: “É fundamental que os pais e responsáveis levem seus filhos para se vacinar, evitando casos graves e até óbitos pela doença. Estamos em um período de baixas temperaturas, quando vemos um aumento nos hospitais dos pacientes com doenças respiratórios, por isso, é muito importante que pais e responsáveis levem seus filhos para se vacinar.”

Também foi reforçado o assunto da vacinação das crianças contra influenza
O Secretário enfatizou a importância da vacina (Foto: Getty Images)

A porcentagem considerada adequada para imunização da população é de 75%, mas se tratando de grupos com maior propensão de se infectarem, os profissionais da saúde consideram 90% como o número ideal.