Mulher transforma pneus velhos em parques para crianças e mostra resultado da criatividade!

Pooja Rai criou uma organização sem fins lucrativos na Índia, a Anthill Creations, para criar espaços divertidos para crianças com material recicláveis

Resumo da Notícia

  • Pooja Rai mostrou que é cheia de criatividade e empatia!
  • A arquiteta criou uma organização sem fins lucrativos para criar parques para crianças
  • A ONG já construiu até agora 283 playgrounds que são instalados em parques públicos e escolas

Pooja Rai mostrou que é cheia de criatividade e empatia! A arquiteta criou uma organização sem fins lucrativos na Índia, a Anthill Creations, para criar espaços divertidos para crianças com material inusitado: pneus descartados. A ONG já construiu até agora 283 playgrounds que são instalados em parques públicos e escolas.

-Publicidade-
Mulher usa criatividade para transformar pneus velhos em parque para crianças (Foto: Reprodução / The Guardian)

A maioria dos parques projetados representam grandes esculturas, edifícios ou animais, combinados com elementos clássicos infantis, como balanços, gangorras e casinhas. Tudo isso usando pneus antigos de carros. “Vivemos em um mundo onde brincar é uma parte essencial do crescimento”, disse Pooja para o The Guardian.

Mulher usa pneus velhos em parque para crianças (Foto: Reprodução / The Guardian)

Muito do trabalho de Pooja é ​​feito por meio de doações. A mulher diz que pequenas áreas de recreação chegam a custar cerca de 800 dólares, enquanto as grandes precisam de quatro vezes esse valor para serem produzidas e instaladas.

Parque feito de pneus velhos (Foto: Reprodução / The Guardian)

A arquiteta decidiu criar os parques para crianças terem mais locais de lazer na India. “O direito de brincar deve ser considerado fundamental para o desenvolvimento cognitivo, o bem-estar físico e emocional de uma criança – acreditamos que é de fato um direito humano básico”, acredita Pooja.

Mulher transforma pneus velhos em parques para crianças e mostra resultado da criatividade! (Foto: Reprodução / The Guardian)