Nathalia Dill diz que se arrepende de saber sexo da bebê e explica motivo para fãs

A atriz está grávida de 6 meses e espera por uma menina que deve se chamar Eva. Durante uma live com a irmã e a mãe, ela também contou sobre a decisão de engravidar mais cedo

Resumo da Notícia

  • Nathalia Dill está grávida 6 meses e esperando por uma menina, que se chamará Eva
  • Aa atriz confessou que se arrependeu de saber o sexo do bebê antes do parto e explicou o motivo para os seguidores
  • Ela bateu um papo com a irmã e a mãe durante uma live no Instagram

Nathalia Dill está grávida 6 meses e na última quarta-feira, 24 de setembro, bateu um papo com a irmã e a mãe durante uma live no Instagram. Esperando por uma menina, que se chamará Eva, a atriz confessou que se arrependeu de saber o sexo do bebê antes do parto e explicou o motivo para os seguidores.

-Publicidade-
A atriz apareceu ao lado da irmã, Julia (Foto: Reprodução / Instagram @nathaliadill)

Ao lado de Julia, que também está grávida, a artista contou para a irmã que por saber o gênero da filha, acabou padronizando o enxoval. “Eu não tinha essa questão, acabei descobrindo e, às vezes, dou uma arrependida de ter visto antes. Porque a gente acaba padronizando tudo do enxoval ‘menino’, ‘menina'”, explicou.

Nathalia Dill publica foto da barriga (Foto: Reprodução / Instagram @nathaliadill)

Nathália também contou sobre a relação com o companheiro, Pedro Curvello, e disse que o casal imaginava ter filhos já há algum tempo. “Eu já estava planejando a gravidez, mas teve um momento em que queria esperar mais. Só que aí já não estava em novela, falei ‘tem que ser agora’ e fiquei apavorada”, disse a atriz aos risos.

-Publicidade-
(Foto: reprodução / Instagram @nathaliadill)

A gestação teve outro motivo para ser “adiantada”, segundo ela, os avós! Ela explicou que a família refletiu sobre a presença dos parentes na vida dos netos e levaram esse fator em consideração. “Esse é o primeiro ano que nós não temos nossos avós. Na nossa geração, se a gente começar a esperar demais… Olha que louco. Pode ser uma geração que não vai conhecer os avós. A gente sempre acha que tem todo o tempo do mundo (nesse quesito)”, refletiu.

-Publicidade-