Pai em luta contra câncer assiste a todos os jogos de futebol do filho

Ele faz questão de ver o garoto entrar em campo, mesmo na luta contra a doença

Resumo da Notícia

  • David Ross está lutando contra o câncer de próstata há 4 anos
  • Ele faz de tudo para comparecer aos jogos de futebol americano do filho
  • O garoto dá o seu melhor para deixar o pai orgulhoso

Mesmo enfrentando um longo e difícil tratamento contra o câncer, David Ross não deixou de ir ao campo e assistir à maioria dos jogos de futebol americano do filho Devin , na cidade de Georgetown, no Texas, Estados Unidos.

-Publicidade-

Em entrevista à emissora de TV local KVUE, o pai contou que, durante os últimos quatro anos, ele só não esteve presente em apenas dois jogos do filho, período em que está em tratamento contra o câncer de próstata e de rim.

David precisou ir ao hospital em Houston, uma cidade localizada a cerca de 3 horas de Georgetown, na manhã da última sexta-feira, 19 de novembro, mesmo dia em que Devin teria a final do campeonato. O pai pegou horas de estrada para conseguir voltar a tempo de assistir ao filho entrando em campo no último jogo da temporada. “Eu não teria perdido por nada. Mesmo se eu tivesse que ser transportado em uma cadeira de rodas, eu teria vindo para ver este jogo”, afirmou.

 Mesmo em tratamento contra o câncer, o pai faz de tudo para não perder nenhum jogo do filho
Mesmo em tratamento contra o câncer, o pai faz de tudo para não perder nenhum jogo do filho (Foto: Reprodução/ Twitter/ @Jake_M_Garcia)

Devin, que está no ensino médio, disse que se esforçou ao máximo para marcar pontos durante o jogo e deixar o pai orgulhoso, mas mesmo assim o time não conseguiu vencer o adversário. Para consolar o garoto, David falou que a vitória não é o mais importante e que tudo que ele queria era estar perto do filho nesse momento.

A KVUE compartilhou um vídeo do momento em que o pai e o filho conversam após o final do jogo. “De vez em quando você é derrubado, mas precisa continuar se levantando. Esse é o tipo de coisa que Devin e eu conversamos”, disse o pai.