Pai lança livro sobre diversidade e inclusão no mês da síndrome de Down

“Joca e Dado: Uma Amizade Diferente” foi feito em parceria com a Leiturinha e Serendipidade e ensina de maneira lúdica o respeito às diferenças

Resumo da Notícia

  • Em homenagem ao mês da Síndrome de Down, pai lança "Joca e Dado: Uma Amizade Diferente", livro sobre diversidade e inclusão
  • De forma divertida, o livro ensina a criança a respeitar diferenças
  • As ilustrações são do estúdio de design La Casa de Carlota São Paulo que conta com criativos com deficiência intelectual na equipe
  • O autor é Henri Zylberstajn, fundador da ONG, pai de Nina, Lipe e Pepo, além de nosso colunista

Novidade na área! O clube de assinatura Leiturinha e o Instituto Serendipidade lançam o livro “Joca e Dado: Uma Amizade Diferente” em homenagem ao mês da Síndrome de Down. A obra foi escrita por Henri Zylberstajn, fundador da ONG, pai de Nina, Lipe e Pepo, além de nosso colunista. O livro trata sobre diversidade, inclusão e respeito de forma divertida e com uma linguagem acessível para crianças. As ilustrações foram feitas pelo estúdio de design La Casa de Carlota São Paulo que conta com criativos com deficiência intelectual – síndrome de Down e autismo –  em sua equipe.

-Publicidade-
Capa do livro “Joca e Dado: uma amizade diferente” (Foto: Reprodução / Leiturinha e Instituto Serendipidade)

A história de Joca e Dado, que se tornam amigos após se conhecerem na escola, ilustra a importância do convívio com a diversidade desde a infância. Dado (que tem síndrome de Down) e o amigo interagem e trocam experiências, ensinando que a coexistência inclusiva possibilita um rico processo de aprendizagem para qualquer pessoa, independente de característica ou condição.

“Esse livro nasceu a partir da minha experiência como pai de crianças com e sem deficiência, dos ensinamentos adquiridos com a imersão no ecossistema da inclusão e da vivência como empreendedor social. O conteúdo desmistifica questões relacionadas à inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, de forma que passemos a respeitar e apreciar ainda mais as individualidades humanas, construindo um mundo mais plural, diverso e inclusivo”, explica o autor Henri Zylberstajn.

-Publicidade-

O texto e suas coloridas ilustrações estimulam a criatividade e a conexão entre o contador da história e as crianças. Na parte final há páginas interativas nas quais os pequenos podem desenhar e participar de jogos, complementando a diversão. As crianças vão aprender muito sobre temas importantes da nossa sociedade e brincar ao mesmo tempo!

Como parte do projeto da Leiturinha de trazer diversidade e inclusão social para os seus conteúdos, a partir de março, esse livro, assim como todos que compõem a série Originais Leiturinha, será distribuído também em formato de audiolivro, e todas as obras publicadas anteriormente também serão gravadas e disponibilizadas para os assinantes por meio do aplicativo. Para adquirir um exemplar, acesse o site da Instituição clicando aqui.