Pais fingem própria morte depois de filho contratar assassino de aluguel

Jovem russo contratou um atirador para matar os pais por conta de uma herança familiar milionária

Resumo da Notícia

  • O menino planejava matar a mãe o pai e a irmã
  • Ele queria a herança da família
  • Os pais descobriram e decidiram dar uma lição nele
  • Ele foi preso em uma ação policial

Meu deus! Um russo de 22 anos planejava a morte dos pais conversando com um assassino de aluguel, para conseguir ficar com a herança milionária da família. O que ele não sabia era que o suposta “assassino de aluguel”, era na verdade um policial disfarçado acompanhando os passos dele. Os pais, depois da policia entrar em contato, decidiram fingir a própria morte para ensinar uma lição ao filho. O caso aconteceu na cidade de Sochi, na Rússia.

-Publicidade-

De acordo com os policias, o jovem, que não teve a identidade revelada, contava detalhes da rotina dos pais e da irmã de apenas dez anos, compartilhando localizações e planos de viagem e . Ele chegou até a enviar uma planta da casa, detalhando os locais onde as câmeras de segurança não detectariam o atirador.

As fotos da mãe e do pai foram feitas separadamente (Foto: Reprodução / Metro)

Quando essas informações chegaram nos ouvidos dos pais, o casal decidiu se envolver na ação para pegar o filho no flagra. O plano foi que, junto da equipe de policiais, os dois fingissem a própria morte, como se o atirador tivesse pego eles. A cena foi perfeitamente preparada e tanto o marido quanto a mulher aturam direitinho.

Com as fotos feitas, o policial, disfarçado de assassino, foi ao encontro do jovem para mostrar as fotos dos cadáveres. Depois de analisar o conteúdo, o jovem concordou em pagar a quantia equivalente a R$ 173 mil que havia sido combinada. Depois do pagamento, o policial prendeu o garoto e o levou para a prisão, local onde ficará por 15 anos.

“Ele queria se livrar dos pais porque eles não estavam lhe dando dinheiro. Antes de procurar um assassino, ele tentou matar os pais duas vezes. Ele olhou na internet para descobrir como realizar os assassinatos. O jovem queria colocar pílulas na chaleira para envenenar seus pais, mas seu pai descobriu que algo estava errado. Então ele planejou quebrar um termômetro no carro de seus pais para que fossem envenenados com vapores de mercúrio. Mas não funcionou”, disse um dos policiais em entrevista ao jornal britânico Metro.