Uber para mães: saiba porque a viagem com seu filho ficou muito mais segura

O app BabyPass similar ao Uber é uma boa ideia para mães que querem fugir do assédio dos serviços convencionais

BabyPass similar ao Uber é uma boa ideia para mães (foto: divulgação)

O assédio com as mulheres está nas ruas e dentro dos carros, algumas motoristas mulheres de apps de carona estão sujeitas a assédios e violência durante o dia de trabalho, assim como as que pegam as caronas, o que normalmente afasta essas profissionais do ramo, deixando cada vez mais homens no posto de motorista. Para garantir segurança, a BabyPass, app de mobilidade com cadeirinhas infantis, aceita como usuários famílias e pessoas do sexo feminino, tanto para dirigir quanto para se locomover com as caronas.

-Publicidade-

A empresa emprega apenas condutoras e ainda paga mais que os aplicativos convencionais. Na cidade do Rio de Janeiro, onde se iniciou as operações, a plataforma já tem 500 motoristas, sendo, cerca de 10% dessas, profissionais que trabalhavam para outros aplicativos de mobilidade urbana. O que comprova a melhoria no quesito conforto e segurança.

Em entrevista para o app, a mais nova condutora Carla Akiyama, de 41 anos, que teve experiência com outros apps de carona e aderiu à BabyPass há três meses. “Eu me sinto mais confortável e vejo que as mães também, como aquelas que precisam amamentar durante a viagem e sabem que é uma mulher ao volante, por exemplo”, comentou.

-Publicidade-

Leia também: 

Família de menino autista é expulsa do carro por motorista de Uber: “Ele disse que não se importava”

Novo aplicativo promete ser o “Uber de Babás” 

Mãe dá à luz em banco de trás de Uber 24 minutos após entrar no carro: “Eu não esperava” 

-Publicidade-