Gravidez

Grávida recusa a fazer aborto depois de médicos acharem que bebê tem síndrome de Down

Jordan Squires seguiu com a gravidez

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

(Foto: Getty Images)

Jordan Squires estava grávida e passou por uma situação complicada com os médicos! A mulher foi incentivada pelo especialista a interromper a gravidez pois os médicos acreditavam que o bebê dela nasceria com síndrome do Down, por isso, a mulher alerta a sempre buscarem outros médicos.

De acordo com o portal britânico “Metro”, a mãe foi informada, com 12 semanas de gravidez, que o bebê tinha muitas chances de nascer com síndrome de Down por conta a grande quantidade de fluido que ele aparentava ter na parte de trás do pescoço.

Jordan afirmou que os médicos a encorajaram a fazer um aborto imediato. Ela e o marido, Johnathan, já passaram por um aborto espontâneo, ficaram bem tristes com a ideia dos especialistas e recusaram o aborto. “Quando fomos ao meu ultrassom de 12 semanas, percebi imediatamente que algo estava errado porque a médica parecia estar preocupada. Ela perguntou se poderíamos ir para uma sala ao lado e que alguém estaria junto com ela para falar conosco. Bom, eles nos disseram que o bebê era altamente propenso a ter a síndrome”, contou a mãe.”, disse.

Depois de recusarem o aborto, os pais seguiram com a gestação e o bebê nasceu sem nenhuma síndrome. “Não havia como eu fazer isso, nós esperamos muito tempo por esse bebê e amamos nosso filho, independentemente se tivesse uma deficiência. Fiquei furiosa porque eles estavam encorajando as pessoas a fazer isso. E se tivesse sido alguém diferente? Eles poderiam ter sido persuadidos pelos médicos e teriam interrompido uma gravidez saudável.

Leia também:

Irmãs produzem bonecos negros, com síndrome de down e de outras etnias

Menino de 3 anos com síndrome de Down e leucemia fica 90 dias internados e recebe surpresa emocionante de milhares de pessoas

Menino de 3 anos com síndrome de Down e leucemia fica 90 dias internados e recebe surpresa emocionante de milhares de pessoas