Gravidez

Thaís Carla chora ao desabafar sobre dificuldades e preconceitos que enfrentou no primeiro parto e comove seguidores

Grávida pela segunda vez, a dançarina relembra como foi tratada pelos médicos por ser uma grávida obesa

Bruna Floriano

Bruna Floriano ,filha de Renata e Sérgio

Thaís e sua filha, Maria, passam muito tempo juntas (Foto: reprodução/ Instagram)

Thaís Carla, felizmente, está grávida pela segunda vez, mas isso a fez relembrar das dificuldades que passou quando estava esperando por Maria, sua primeira filha. Em meio a um desabafo, Thaís se emocionou a reviver os momentos que passou durante o primeiro parto.

O despreparo dos médicos que trouxeram Maria ao mundo e o fato de considerarem sua obesidade como um empecilho para a gestação e para o procedimento, marcou a vida da dançarina. Essas memórias foram trazidas de volta devido a uma notícia de uma grávida de 160kg, que teve extrema dificuldade em achar um hospital que realizasse o parto.

No Instagram Story, a mãe se emocionou ao contar a história: “Veio um filme na minha cabeça, porque na Maria eu passei a mesma coisa. E foi horrível. As pessoas gordas não podem viver, ter filhos, ter nada. E foi horrível, horrível, horrivel”.

Além disso, Thaís aproveitou o momento para criticar o Sistema Único de Saúde (SUS). No story, a mãe falou: “Quando fiquei na sala de pré-parto vi um monte de crianças morrendo, porque as enfermeiras não estavam nem aí. ‘Ah, você arrumou um [médico] trouxa pra fazer sua cirurgia  [imitando sons de risos]”. Thaís, além de dançarina e mãe, é militante contra a gordofobia.

Leia também:

Obesidade infantil: números chamam atenção para necessidade de mudanças de hábito

Estudo da OMS prova que amamentação exclusiva diminui risco de obesidade infantil no futuro

Família negra sofre preconceito após adotar criança: “Me perguntam se sou a babá dele”