Vocalista do “Biquíni Cavadão” fala sobre a morte do filho de 2 anos e faz desabafo

O menino morreu em um acidente de helicóptero com a mãe em 2011

Gabriel e Bruno (Foto: reprodução / Instagram)

Bruno Gouveia, vocalista da banda dos anos 80, Biquíni Cavadão, escreveu um livro durante uma década, com o título “É Impossível Esquecer o Que Vivi”. No obra, o cantor fala sobre a vida dele e também do acidente fatal, do filho de 2 anos, que estava em um helicóptero com a mãe, em 2011.

-Publicidade-

Em entrevista à QUEM, ele explicou: “Quando comecei a escrever a biografia, ela era para ser um rascunho para orientar o biógrafo. De repente, me dei conta de que tinha escrito 50 páginas. Foi aí que vi que eu que precisava escrevê-la. Fui escrevendo sem pestanejar e depois que editei o que achava não ser tão necessário. Meu objetivo era escrever um livro não só para os fãs da banda, mas para que as outras pessoas pudessem se envolver com a história. Busquei ser sincero comigo mesmo. Não queria ser heróico e nem chapa branca”.

O vocalista hoje é casado e tem uma filha de 5 anos (Foto: reprodução / Instagram)

Bruno contou que um dos capítulos mais difíceis de escrever foi sobre a perda do filho, Gabriel. Por dois capítulos, feitos de maneira sensível, o vocalista falou que o menino estava viajando com a mãe enquanto ele estava nos Estados Unidos. O acidente aconteceu em 2011, na Bahia, e também matou a ex-esposa do cantor, Fernanda Kfuri.

-Publicidade-

“Não foi um capítulo fácil de escrever, mas achava importante falar sobre isso para as pessoas que já viveram o que eu vivi, ou que venham a viver, saberem que eu tinha buscado lidar com essa perda de uma maneira especial. Poderia ter falado: ‘não quero mais fazer nada’ e ficar sofrendo pelo futuro que me foi tirado. Mas escolhi continuar. A música me ajudou muito”, desabafou. Ele também é pai de Letícia, de 5 anos, fruto do relacionamento com Izabella Brant.

Leia também:

Gretchen abre o coração e fala sobre a morte do filho: “Morreu nos meus braços”

Sobrinha de Jorge Fernando conta sobre visão que Hilda Rebello teve antes da morte do filho

Cafu desabafa sobre a morte do filho: “Não sei como descrever a sensação de jogar terra sobre o caixão de um filho”

-Publicidade-