Alerta! Casos de pessoas contaminadas pelo coronavírus no Brasil podem ser 15 vezes maior do que os registrados

Os dados podem ser maiores  em consequência de testes não feitos em pacientes que apresentam sintomas. Apesar disso, a curva de casos no Brasil vem crescendo de forma moderada em comparação com outros países

Resumo da Notícia

  • Os dados apontados pela pesquisa mostram que os números podem ser de 12 a 15 vezes maior do que os apresentados pelo Ministério da Saúde
  • Esses dados podem ser maiores  em consequência da baixa capacidade de testagem no Brasil
  • A curva de casos no Brasil vem crescendo de forma moderada em comparação com outros países
  • A estimativa é que o país teve 313 mil casos confirmados até o último sábado -- 15 vezes mais que os 20.727 oficiais
  • O Brasil pode ter tido mais de 235 mil casos até a última sexta-feira -- 12 vezes mais que os 19.638 reportados pelo governo
De acordo com pesquisas brasileiras, os dados apontados podem ser de 12 a 15 vezes maior (Foto: Justin Sullivan/ Getty Images)

No último final de semana, o Brasil ultrapassou o número de 20 mil contaminados pelo novo coronavírus. De acordo com pesquisas brasileiras, divulgadas pela UOL, os dados apontados podem ser de 12 a 15 vezes maior do que o apresentado pelo Ministério da Saúde.

-Publicidade-

Esses números podem ser maiores  em consequência da baixa capacidade de testagem no Brasil, como já admitiu o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Duas projeções feitas por dois grupos de pesquisa diferentes apontam resultados semelhantes sobre a alta de casos no país:

  • A estimativa feita pela Covid-19 Brasil, um grupo com iniciativa independente que reúne cientistas e estudantes de diversas universidades brasileiras, mostra que o país teve 313 mil casos confirmados até o último sábado — 15 vezes mais que os 20.727 oficiais.
  • Já cálculos do Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (NOIS), formado por cientistas da PUC-RJ, Fiocruz e Instituto D’or, estimam que o Brasil pode ter tido mais de 235 mil casos até a última sexta-feira — 12 vezes mais que os 19.638 reportados pelo governo.

O cálculo do número de casos feito pelo grupo de cientistas voluntários ‘Covid-19 Brasil’,  usa como base a curva epidemiológica da Coreia do Sul, país que mais aplicou testes proporcionalmente em todo o mundo. “Fazemos uma estimativa com base no número de óbitos porque é um dado em que se tende a determinar a causa com mais precisão”, explica Rodrigo Gaete, doutor em ciências e enfermagem pela USP Ribeirão Preto e pesquisador responsável pela pesquisa.

-Publicidade-

Apesar disso, Rodrigo afirma que a curva de casos no Brasil vem crescendo de forma moderada em comparação com outros países, onde o número de infectados dobra a cada três ou quatro dias.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-