Notícias

Bebê morre vítima de meningite após médicos neglicenciarem diagnóstico e o mandarem para casa

O caso aconteceu na região de Perth na Austrália

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

O menino tinha sete meses quando faleceu em 2016 (Foto: reprodução/Mirror)

A maioria dos pais ficam atentos a qualquer sintoma diferente apresentado pelos filhos e isso está certíssimo. Foi exatamente isso que um casal australiano fizeram com o filho, eles perceberam que o bebê de apenas sete meses não estava bem e o levaram ao médico.

Mas infelizmente, Malaki Paraone foi diagnosticado de forma errada três vezes. Isso mesmo, depois de encontrarem algumas erupções cutâneas, manchas vermelhas no corpo do filho e ver que o menino estava com febre, eles levaram o bebê para um hospital da região de Perth, na Austrália.

Lá os médicos disseram que os sintomas apresentados por Malaki eram resultado da irritação causada pelo nascimento dos primeiros dentes. Só que os pais não ficaram contentes com a resposta que tiveram e procuraram uma segunda opinião. Receberam a mesma resposta, com uma coisa a mais: uma irritação na pele.

Segundo o jornal 7 News Australia, os responsáveis pelo atendimento de Malaki receitaram apenas um paracetamol para abaixar a febre. Foi só no quarto hospital que os profissionais desconfiaram de uma meningite e fizeram um exame.

O resultado para inflamação das meninges foi positivo, entretanto tardio demais. O bebê chegou a ser colocado em um suporte vital só que a sepse que ele teve se espalhou pelo corpo levando a uma infecção generalizada e o menino faleceu três dias depois da primeira visita ao hospital.

Agora, os pais do menino estão processando os hospitais para que ninguém mais passe pelos que eles passaram. O caso aconteceu em 2016, mas foi só agora que o advogado da família se pronunciou. Ele disse que várias falhas no atendimento foram responsáveis pelo óbito do menino.

Leia também: 

Bebê com meningite meningocócica passa mais de 100 dias internado e tem superação emocionante

Meningite: entenda a doença que pode levar as crianças à morte em poucas horas

Sociedade Brasileira de Pediatria e de Imunizações atualizam recomendações sobre vacinas de meningite