Mãe morre após tanque de oxigênio usado para tratar coronavírus causar explosão em casa

O equipamento soltou faíscas logo que ligado e rapidamente o fogo se alastrou. O marido, filha, neta e os paramédicos que estavam no local conseguiram fugir

Resumo da Notícia

  • Um tanque de oxigênio usado no tratamento contra o coronavírus causou uma explosão na casa de Lyyn Hadley
  • A mulher estava apresentando alguns sintomas da doença e estava iniciando o tratamento
  • A família conseguiu fugir, sem maiores complicações, mas Lyyn não resistiu às queimaduras
Os vizinhos relataram nunca terem visto algo igual (Foto: reprodução/Daily Mail)

Uma inglesa de 68 anos faleceu depois que um tanque de oxigênio usado no tratamento contra o coronavírus liberou algumas faíscas e causou um incêndio na poltrona em que Lyyn Hadley estava sentada, que levou a uma explosão.

-Publicidade-

O marido Dave, a filha Kelly, a neta Mackenzie e os dois paramédicos que estavam na casa conseguiram fugir, mas não puderam salvar a mulher, por conta da rápida propagação do fogo.

De acordo com o Daily Mail, a morte foi consequência de ferimentos por queimaduras. As chamas começaram logo que o equipamento foi ativado para tratar Lyyn, que apresentava alguns sintomas do coronavírus.

-Publicidade-
As demais pessoas da casa conseguiram fugir (Foto: reprodução/Daily Mail)

Rapidamente, eles acionaram equipes como policiais e bombeiros, mas eles não conseguiram evitar a morte dela. A explosão foi tão grande que conseguiu destruir completamente o telhado e janelas da casa.

Um vizinho contou como foi a situação: “Nós ouvimos uma explosão e depois foi carnificina. O fogo foi mais forte do que qualquer incêndio numa casa que tenha visto antes e outras oito propriedades atacadas pela chama precisaram ser evacuadas”. Foi aberto um inquérito para analisar o incidente.

-Publicidade-