Menino morre após ser atingido por tiro dentro de casa e família relata desespero

João Pedro Mattos Pinto foi socorrido por um helicóptero mas não resistiu aos ferimentos. A família chegou a ficar 24 horas sem notícias do garoto

Resumo da Notícia

  • João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos, foi atingido por tiros enquanto estava dentro de casa
  • Os disparos ocorreram na tarde da última segunda-feira, 18 de maio
  • A casa da família teria sido coberta por disparos
  • O garoto estaria sozinha no momento
 

-Publicidade-

Na tarde da última segunda-feira, 18 de maio, o menino João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos, foi atingido por tiros enquanto estava dentro de casa. Os disparos ocorreram durante uma operação conjunta da Polícia Federal, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

A casa da família teria sido coberta por disparos e o garoto estaria sozinha no momento, ele foi socorrido por um helicóptero mas não resistiu aos ferimentos. A família chegou a ficar 24 horas sem notícia do menino e só conseguiu resposta na manhã desta terça-feira, 19 de maio.

O pai de João, Neilton Pinto, fez o reconhecimento do corpo do filho. Ele estava trabalhando no momento do tiroteio, Neilton desabafou sobre o ocorrido ao G1: “Um jovem de 14 anos, um jovem com um futuro brilhante pela frente, que já sabia o que queria do seu futuro. Mas, infelizmente a polícia interrompeu o sonho do meu filho. A polícia chegou lá de uma maneira cruel, atirando, jogando granada, sem perguntar quem era. Se eles conhecessem a índole do meu filho, quem era meu filho, não faziam isso. Meu filho é um estudante, um servo de Deus. A vida dele era casa, igreja, escola e jogo no celular”.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-