Pais

Mãe desabafa sobre maternidade e manda a real: “Sejam gentis, mães também são humanas!”

O relato de Sia viralizou na internet

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Essa é a família de Sia Cooper (Foto: Reprodução / Instagram @diaryofafitmommyofficial)

Sia Cooper, personal trainer e blogueira, sempre foi honesta com seus seguidores sobre suas aventuras na gravidez e na maternidade. Em 2018, ela mandou a real sobre ser uma “mãe ruim” por beber vinho, trabalhar na Target, ter piercings, tatuagens e se importar com sua aparência e saúde.

Em 2016, ela começou a falar abertamente compartilhando seus treinos intensos e adquirindo uma barriga musculosa enquanto estava grávida. Agora, Sia está nas manchetes dos jornais por ser sincera sobre ser uma “mãe bagunceira”.

A mãe de 2 filhos foi ao Instagram para compartilhar sua experiência: “Olá, eu sou a Sia e sou uma mãe bagunceira. Qual é a de vocês com essa ideia maluca de que as mães precisam estar arrumadas, ter uma casa impecável, jantar na mesa às 5 horas da tarde e criar filhos bem comportados e bem alimentados? Por causa desse estigma, nós deixamos de ser bagunceiras”.

Essa publicação de Sia viralizou na internet (Foto: Reprodução / Instagram @diaryofafitmommyofficial)

Então Sia compartilhou suas confissões: “Eu chorei 3 ou 4 vezes na semana passada depois de ficar em casa com meus filhos doentes. O café não é apenas minha bebida matinal, às vezes é 2/3 das minhas refeições. A pilha de roupas raramente diminui e, às vezes, eu pego roupas limpas direto da secadora porque eu não tive tempo de dobrá-las”, ela conta.

“Meu filho me perguntou por que eu tenho cabelo embaixo das axilas porque esqueci de me depilar na semana passada. A depressão e a ansiedade me dizem que eu não sou uma boa mãe, mas tomo remédios diariamente para combater isso”, ela confessa. “Às vezes, deixo meus filhos tomarem sorvete no café da manhã porque fico muito cansada para discutir. Minha pia está começando a parecer a Torre de Pisa”.

Sia conta que se sente cansada a ponto de não conseguir pensar em se relacionar com o marido. “Eu sou péssima em equilibrar o trabalho e a vida familiar”, confessa.

Ela admitiu que, frequentemente, sente que está falhando como mãe. Mas que, no fim das contas, ela percebe que as crianças não vão se lembrar daquela pilha de pratos ou do chão sujo, mas vão se lembrar de que você está se importando com elas.

“Quero aplaudir todas as mães bagunceiras que não conseguem se organizar, mas que ainda estão tentando”, ela conclui. O post viralizou em toda a internet, chegando a 33 mil curtidas até o momento, assim como inúmeros comentários de outras mães que apreciaram Sia dar voz à realidade.

“Eu senti que estava me afogando na maternidade, no meu trabalho e nas lutas interpessoais”, ela explica. “Eu estava tentando equilibrar os prazos de trabalho e cuidar de duas crianças doentes, mas me vi chorando por 2 dias seguidos devido à frustração“.

“Quero que as mães saibam que elas não estão sozinhas!”, ela explica. “Não há problema em sentir que você está falhando, não há problema em chorar e não há problema em ficar chateado. Sejam gentis, as mães também são humanas!”, conclui Sia.

Leia também:

Mulher adota criança de mãe soro positivo e diz ter sofrido preconceito: “Muita gente desencorajou, mas não desisti”

Mãe de primeira viagem descobre que está esperando cinco bebês e desabafa: “Preocupada com o parto”

Mãe conta que está grávida do 10° filho e continua com pique total: “Eles me deixam louca, mas eu amo”