Saúde

6 mães compartilham suas histórias de depressão e ansiedade pós-parto

Você não está sozinha!

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

A depressão pós-parto pode ter diferentes sintomas. (Foto: iStock)

Existe muito mais sobre a depressão pós-parto e múltiplas nuances entre pensar que você está apenas tendo dias ruins e ter pensamentos suicidas. Além disso, é possível desenvolver depressão pós-parto e, também, ansiedade pós-parto. Quanto mais sabemos sobre esses transtornos, mais aprendemos como identificá-los e tratá-los.

Confira o que 6 mulheres* disseram sobre suas experiências com a depressão e a ansiedade pós-parto.

*Alguns nomes foram alterados para manter a privacidade.

A descoberta

A Rose*, de 34 anos, descobriu que tinha depressão pós-parto quando seu filho do meio tinha 1 ano e 3 meses de idade. A Kate, de 32 anos, contou que ainda sofre com a depressão pós-parto e que quem descobriu foi seu obstetra, quando ela voltou para uma consulta de rotina.

A Ashley, de 24 anos, descobriu que tinha depressão e ansiedade pós-parto 3 semanas após ter sua primeira filha. A Kara, de 29 anos, teve certeza do diagnóstico quando seu filho tinha 3 meses de idade. A Lisa* foi diagnosticada quando seu filho caçula tinha cerca de 4 meses. A Holly teve certeza de que tinha algo errado com ela mesma quando sua filha tinha 1 ano e 5 meses.

A sensação da depressão e da ansiedade pós-parto

A Kate conta que não conseguia sair da cama, odiava seu bebê, parou de falar com todo mundo e só conseguia ficar