Engravidar

É possível engravidar com endometriose?

Tiramos as principais dúvidas sobre o assunto com o ginecologista e obstetra Marcos Tcherniakovsky

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: iStock)

Diminuir a menstruação é uma boa forma de controlar a endometriose (Foto: iStock)

Toda semana a gente fala sobre um tema relevante para a sua família nos nossos lives do Facebook. Entrevistamos especialistas e contamos com a participação da nossa audiência. Se você perdeu a nossa conversa sobre endometriose, trouxemos tudo até aqui para você!

Para esse tema, o ginecologista e obstetra Marcos Tcherniakovsky veio até a nossa redação e deu uma verdadeira
aula sobre endometriose, respondendo várias dúvidas da audiência.

Como prevenir?

Diminuir a menstruação de alguma forma é uma boa maneira. Isso dá para notar, já que cerca de 15% de todas as mulheres que menstruam têm endometriose. Além disso, praticar atividades físicas e evitar estresse no dia a dia também são fatores que ajudam.

Como acontece?

É um fenômeno que ocorre quando o tecido endometrial sai pelas tubas e vai parar dentro da pelve, podendo se alocar no ovário, embaixo do útero ou em outro local da região da pélvis. Quando esse tecido começa a sangrar durante o período menstrual, o corpo reage como se fosse uma inflamação.

Por que essa é a doença da mulher moderna?

A mulher moderna trabalha, estuda, faz muitas coisas e lida com consequências disso tudo, como o estresse e alimentação inadequada. Se ela decide engravidar mais tarde, terá mais menstruações, o que aumenta a chance de ocorrer endometriose.

Assista ao vídeo completo:

Leia também:

Entenda a endometriose e seus sintomas

Grávida com endometriose

Agora o endométrio destruído vai ter cura, sim!

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não