Saúde

Pediatra e esposa do CEO do Facebook fala sobre mães anti-vacinas: “Falta de vacinação mata”

Grupos da rede social estão sendo criados para espalhar informações falsas sobre o assunto

Eloisa Ribeiro

Eloisa Ribeiro ,Filha de Terezinha Ribeiro

Fake News sobre vacinas têm se espalhado em grupos do Facebook (Foto: Reprodução / Getty Images)

Na última quinta-feira (07), o Facebook anunciou que vai excluir grupos e páginas que usam da tecnologia para espalhar notícias falsas sobre vacinas.

Como palestrante no South by Southwest 2019 (evento de profissionais da indústria dos filmes e da música), Priscilla Chan, mulher de Mark Zuckerberg CEO do Facebook, é médica, educadora e mãe de duas crianças. Ela falou sobre o tema vacinação, que está sendo bastante comentado e tem preocupado cada vez mais pais e profissionais da saúde.

Alguns grupos de pessoas contra as imunizações, estão aproveitando as páginas do Facebook para espalhar várias informações falsas sobre o assunto. Quando questionada sobre o que pensa, Priscilla comentou: ‘’Não tenho nenhuma dúvida: a falta de vacinação mata. Combater as fake news tem de ser dever de todos. Claro que das redes sociais, do Facebook e de outras, mas também dos médicos, professores, de cada mãe e de cada pai. Não podemos propagar essas notícias e colocar as crianças em risco”.

Diante de várias verificações, de acordo com um comunicado assinado Monika Bickert, vice-presidente global de políticas de conteúdo da empresa, serão tomadas medidas como o banimento de grupos que propaguem esse tipo de conteúdo, também não serão incluídos nas recomendações de palavras-chave.

O Facebook está sendo bastante pressionado depois dos surtos de sarampo nos Estados Unidos e alguns pais se recusaram a vacinar seus filhos por causa dessas páginas, o que podem causar problemas de saúde e no desenvolvimento da cada criança.

Leia também

Vacinação infantil tem menor índice dos últimos 16 anos. Mas você sabe o porquê? 

Como preparar emocionalmente a criança para a vacina? 

Dr. Claudio responde: dúvidas sobre vacinas