Bebês

Bebê sobrevive 14 dias no útero após nascimento de irmã gêmea

Em caso muito raro, o bebê nasceu de parto normal

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: Reprodução)

Mãe deu à luz 14 dias após o parto prematuro do primeiro bebê (Foto: Reprodução)

Gêmeos que comemoram o aniversário em datas diferentes? Parece mentira, mas isso é possível. Essa situação super rara aconteceu com a  mexicana Yánderi Yazaret Pech Arellano, que deu à luz gêmeos com intervalo de 14 dias entre um parto e outro.

Um dos bebês sobreviveu na barriga da mãe, depois do parto espontâneo e prematuro da irmã gêmea, que morreu, em um hospital do Estado de Yucatán, no México. Batizado de Jesús Antonio, o bebê nasceu após 25 semanas de gestação, de parto natural, com 820 gramas. Ele ficou internado por dois meses, mas felizmente já recebeu alta.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A mãe estava em um passeio quando começou a mostrar sinais do parto prematuro e foi internada no dia 17 de maio, quando estava com 23 semanas de gestação. A bebê acabou não resistindo e faleceu em um hospital de Yucatán, no México.

Como o outro bebê não nasceu no intervalo de até uma hora, os médicos avaliaram a oxigenação e a condição da placenta. “Vimos que o segundo bebê estava em perfeitas condições e apresentava batimentos cardíacos”, disse o coordenador da Divisão de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Geral Regional de Mérida, Israel Juri Vargas. Então, os médicos decidiram preservar o bebê no útero por mais tempo. Desde o nascimento e durante dois meses, o bebê foi alimentado com leite materno até atingir 1,84 kg e foi autorizado a ter alta e ir para casa com os pais.