Criança

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank pedem indenização por comentário racista contra Titi

"É muito importante que todo mundo que se sentiu ofendido venha e preste queixa" comentou o ator na época

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Reprodução/ Instagram @brunogagliasso)

O casal está recorrendo na justiça contra o comentário racista sofrido pela filha (Foto: Reprodução/ Instagram @brunogagliasso)

O caso de racismo contra Titi no Instagram pela socialite Dayane Andrade, a Day McCarthy, no fim do ano passado (2017) deixou os pais de meninas revoltados. Bruno Gagliasso relatou em sua rede social na época que, se alguém quisesse fazer a diferença, que tomasse uma atitude. “Isso acontece todo dia. Cabe a gente, todo mundo que se sentiu ofendido, que quer fazer a diferença no mundo, de fato, fazer, falar. É muito importante que todo mundo que se sentiu ofendido venha e preste queixa”.

McCarthy chamou Titi em um vídeo de “macaca com cabelo de bico de palha” e pelo comentário ela reponde por injúria racial, difamação e injúria. A socialite também já teceu comentários preconceituosos sobre Rafaella Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus. Quem ofende alguém por causa da cor da pele está sujeito a 3 anos de prisão, por injúria racial. Mesmo morando em outro país, Day terá que responder pelo crime.


Visualizar esta foto no Instagram.

Queremos agradecer por todas as mensagens e formas de carinho que recebemos nesses últimos dias. Estamos fortes e determinados em seguir fazendo o que é certo e buscar justiça. Não foi a primeira vez que passamos por isso, certamente não será a última, e sabemos que como a nossa filha, milhares de outras pessoas são vítimas de agressões e preconceitos diariamente nesse país. Como disse Gil, hoje o racismo não está mais velado e sim revelado, e mais do que nunca precisa ser encarado de frente por todos nós. Estamos juntos nessa luta. Obrigado por todo apoio. Vamos até o fim por amor, respeito e igualdade racial. ??❤️?? #antiracism #antiracista #amor

Uma publicação compartilhada por Giovanna Ewbank (@gio_ewbank) em

No época, Bruno e Giovanna Ewbank se manifestaram nas redes sociais e, segundo coluna no portal ‘O Globo’, o casal pede uma indenização de R$ 180 mil pelas declarações racistas a Titi. A ação foi aberta em setembro na 32ª Vara Cível do Rio de Janeiro.

Leia também:

É sério? Titi sofre sofre racismo na internet

“Ele merece estar em um local público como qualquer outra criança”, desabafa mãe ao defender filho com autismo

Mãe com câncer é ofendida por causa de sua aparência pela diretora do colégio da filha