Menina vítima de racismo é convidada a voltar a hotel de luxo

Os autores do crime estão sendo procurados pela justiça!

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

preconceito racial ainda está muito enraizado na nossa sociedade, e não tem como fechar os olhos para este fato. A pequena garota Ava, de 4 anos e nascida em Malawi, é adotada pela empresária Maria Klein e o educador Arthur Machado, passou por uma situação muito desagradável no hotel de luxo Fasano Boa Vista, no interior de São Paulo.

-Publicidade-

Ava sofreu preconceito na piscina do local, ao lado da babá (também negra). As crianças e os adultos exibiram olhares tortos para as duas, e não satisfeitos falaram coisas como: “Essa gente tem micose”. 

Para chamar atenção sobre o caso publicamente, a mãe de Ava decidiu compartilhar o episódio nas redes sociais e deu certo. Recentemente 0 sócio-diretor do Grupo Fasano, Constantino Bittencourt, se posicionou. A família foi convidada a ir no hotel novamente, mas dessa vez com todas as despesas pagas (a diária de um simples final de semana ultrapassa dois mil reais). 

-Publicidade-
A mãe registrou o ocorrido no Instagram. (Foto: Reprodução Instagram)
A mãe registrou o ocorrido no Instagram (Foto: Reprodução Instagram)

*Ana Beatriz Gonçalves, filha de Carla e Virgílio

Maria aceitou o convite com uma condição: o valor da estadia tinha que ser direcionado para a Instituição Solar Meninos de Luz – que promove acolhimento e educação para crianças e jovens desfavorecidos –, no Rio de Janeiro. “Acreditamos que dessa forma juntos, unidos na luta contra o racismo, podemos expandir nosso amor para outras crianças”, disse a mãe de Ava.

Em uma publicação emocionante no seu Instagram, a empresária compartilhou fotos e vídeos da pequena Ava. Vem ver!

Visualizar esta foto no Instagram.

É lindo quando a vida nos presenteia com a oportunidade de refazer certos acontecimentos.. isso não acontece sempre, mas quando nos é dado esse privilégio temos o dever de aproveitar cada minuto! Assim aconteceu com nossa pequena nesse final de semana! Agradeço ao Hotel Fasano Boa Vista @constantinobittencourt por nos receber com tanto carinho e por permitir que o valor da nossa estadia fosse doado para a Instituição Solar Meninos de luz, dessa forma juntos, unidos na luta contra o racismo, podemos expandir nosso amor para outras crianças lindas! #maisamorporfavor #juntossomosmaisfortes #racismoécrime #preconceitonão

Uma publicação compartilhada por Maria Klien Machado (@mariaklienmachado) em

Ava também fez novas amigas depois do ocorrido. Maria registrou a celebração do respeito e da igualdade, e ainda fez uma declaração emocionante: “Me fazem acreditar que a geração que esta se formando é muito mais evoluída.. e que o amor vença todas as batalhas!”.

Os autores do crime de injúria racial já estão sendo procurados pela justiça!

Nós da Pais&Filhos estamos do lado de Ava e das outras milhares de crianças, jovens e adultos que sofrem de racismo. A educação sobre a igualdade racial tem que partir dentro de casa como também, dos educadores e profissionais.

Leia também:

Preconceito na escola: professora pede para mãe dar “um jeito no cabelo” da filha

Starbucks em SP é acusada de racismo contra criança negra

Incrível! Menina cria linha de roupas para lutar contra racismo

-Publicidade-