Criança

Paraibano de 8 anos ganha a maior nota e medalha de ouro em robótica

O estudante participou da olimpíada brasileira de robótica de 2019

Maria Luiza Cardone

Maria Luiza Cardone ,Filha de Carla e Luiz

(Foto: Reprodução)

Um aluno de 8 anos da Paraíba conquistou medalha de ouro na olimpíada brasileira de robótica 2019. Yan Gabriel Santos Rodrigues da Costa recebeu a certificação de maior nota nacional e certificados de honra ao mérito nos níveis nacional, estadual e municipal.

Yan, é aluno do 3º ano do ensino fundamental em uma escola particular de Campina Grande e é a terceira vez consecutiva que alcança o primeiro lugar nacional numa olimpíada científica. Ele também já foi medalhista em olimpíadas de astronomia e aeronáutica.

Por causa do feito, Yan está convidado para participar da Olimpíada Internacional de Robótica. O pai do garoto prodígio, Leonardo Costa, contou que desde cedo o garoto demonstrou gostar de robótica, tecnologia, astronomia e física.

(Foto: Reprodução)

“Nós começamos a ver o diferencial dele ainda quando ele ainda nem sabia ler mas já identificava marcas de carro, placas. A partir buscamos maneiras de o estimular,” afirmou Leonardo. Segundo os professores, Yan tem facilidade de aprender e interagir, além de uma boa capacidade de entendimento.

Há 3 anos, o menino participa e conquista bons resultados em olimpíadas brasileiras de astronomia, astronáutica. Esse ano, Yan disputou pela primeira vez, com alunos de todo o país, a olimpíada nacional de robótica.

A mãe do garoto comemorou a vitória. “Estou com muito orgulho. Não tem outro adjetivo para enquadrar. Foi uma surpresa pela questão das notas, estamos muito felizes e ele também”, declarou Iara Santos. O aluno também está classificado para a Etapa Regional da Olimpíada Brasileira de Robótica, na modalidade prática, que será realizada este mês no Rio Grande do Sul.

Leia também:

Ufa! Predisposição à microcefalia poderá ser descoberta antes do parto

Bebês infectados por zica podem ter microcefalia após o nascimento

Família de criança com microcefalia ganhará um salário mínimo