Família

Bruno Guedes conta sobre seu amor pelo Flamengo e compartilha sua emoção de levar o filho Zion ao Maracanã

O menino é fruto do relacionamento do ator com a Jade Seba

Maria Luiza Cardone

Maria Luiza Cardone ,Filha de Carla e Luiz

(Foto: Reprodução)

Todos nós sabemos que o amor pelo futebol já é uma grande tradição nas famílias brasileiras. O time é passado por gerações e aí de quem resolve torcer pelo adversário. Dessa forma, Bruno Guedes também segue os passos dessa tradição imensa.

O pai tem um relacionamento com Jade Seba e deste amor, veio Zion. O pequeno já está sendo ensinado à amar o Flamengo, a grande bandeira vermelha e preta carioca. Bruno levou o filho para assistir um jogo no Maracanã e contou um pouco mais sobre a sua paixão pelo esporte.

“No meu caso, o amor pelo Flamengo passou de geração em geração. Me interessei pelo time por causa do meu pai, que costumava comprar as antigas fitas em VHS para assistir os jogos do Zico e outros jogos importantes. Foi assim que comecei a conhecer mais a fundo história do clube e acabei me apaixonando. Para mim, o time é quase uma religião e não é possível explicar o que é ser flamenguista. Nós apenas sentimos “, afirmou.

(Foto: Reprodução)

“Eu ainda não tinha nascido quando o Flamengo alcançou suas maiores conquistas, mas essa em 2009 foi uma das mais importantes que vivenciei. Porém, o momento de maior emoção como torcedor foi há cerca de 2 anos, quando levei meu pai, que está bem idoso, para assistir a final do campeonato estadual  e o Flamengo foi campeão. Na época, fiquei muito feliz em vê-lo assistir o time de coração vencendo mais uma vez. Foi uma alegria dupla por poder proporcionar isso a ele e também por viver aquilo ao lado dele”, continuou.

“Levar o Zion ao Maracanã foi uma emoção enorme, além de poder passar esse amor mais uma vez de geração para geração. Poder ver o meu filho no estádio assistindo ao mengão, assim como eu fiz com o meu pai, foi realmente mágico e passou um filme na minha cabeça de tudo o que ele já fez por mim ao longo da vida. Dessa forma, pude enxergar o quanto é bom ser pai e proporcionar esses momentos ao meu filho. Espero que no futuro ele consiga entrar no gramado ao lado dos jogadores antes de uma partida. Levá-lo para assistir um jogo do Flamengo foi indescritível e essa experiência ficará para sempre no meu coração. Quando o meu filho crescer, vou contar que o primeiro gol assistido por ele foi do jogador Willian Arão. O futebol é como um espelho da vida: em alguns momentos parece que o mundo está acabando e em outros as coisas voltam ao normal. Então, tudo envolve superação dia após dia”, explicou.

(Foto: Reprodução)

“Quero passar a tradição para os meus filhos e gostaria que eles passassem para os meus netos. Mas, se no futuro o Zion decidir não ser mais flamenguista, vou respeitar a sua escolha. O futebol está aí para mostrar que o brasileiro precisa mudar a mentalidade e entender que o esporte deve ser sempre algo saudável. Por isso, precisamos incentivar a paz nos estádios e conscientizar as pessoas de que as outras torcidas são apenas nossas rivais e, não, nossas inimigas. Desejo que nenhum tipo de ato violento volte a ocorrer e que o futebol seja sinônimo de alegria e celebração“, concluiu.

Leia também:

Jade Seba tem reencontro emocionante com filho após uma semana internada no CTI

Jade Seba é internada 2 meses após dar à luz e assusta seguidores

Jade Seba e Bruno Guedes levam Zion para conhecer a praia e nós adoramos as fotos