Criança cai em golpe ao comprar celular, reconhece ladrão no shopping e causa acidente de carro

João Pedro Martins vendeu bombons, videogames, e fez rifas até conseguir juntar o montante de 900 reais. Decepcionado com a compra falsa, ele seria presenteado por uma empresária no mesmo dia

Resumo da Notícia

  •  Um estudante de 11 anoseconomizou dinheiro por 5 meses para comprar um Iphone
  • Na hora de retirar o aparelho, entretanto, descobriu que tinha caído em um golpe
  • Uma empresária resolveu doar o aparelho para a criança
  • No encontro entre os dois o menino reconheceu o golpista e o perseguiu até causar um acidente de trânsito

Olha esse plot twist! Um estudante de 11 anos, morador de Campo Grande, em São Paulo, economizou dinheiro por 5 meses para comprar um Iphone; na hora de retirar o aparelho, entretanto, descobriu que tinha caído em um golpe. Comovida com a situação, que foi publicada nas redes sociais, uma empresária resolveu doar o aparelho para a criança. No encontro entre os dois, em um shopping, o menino reconheceu o golpista e o perseguiu até causar um acidente de trânsito.

-Publicidade-

O golpe

Parece cena de filme! (Foto: Reprodução / G1)

João Pedro Martins vendeu bombons, videogames, e fez rifas até conseguir juntar o montante de 900 reais. “Ele vivia para cima e para baixo no bairro Universitário, vendendo a rifa e também os bombons. Meu filho é muito dedicado, me ajuda nas tarefas de casa, e nós completamos o valor para realizar o sonho dele”, contou a dona de casa Luciene Soares Martins, de 35 anos, em entrevista ao G1.

A família conta que João fez a compra online de um vendedor desconhecido. “Mas ele estava tão ansioso em ter o aparelho logo que eu acabei cedendo”, explica a mãe. O homem então foi até a casa do menino entregar o aparelho pessoalmente, que segundo o anúncio, viria acompanhado do carregador, fone de ouvido e nota fiscal.

-Publicidade-

“Ele chegou aqui com o aparelho na mão e mais um carregador. Eu peguei também, falei que estava muito leve, quando ele [golpista] disse: ‘Mas, você já teve iPhone? Porque é assim mesmo, é leve’. Nisso ele começou a encostar no ombro do meu filho, dizer que tinha que receber e ir embora logo, e João Pedro deu o dinheiro”, contou a dona de casa.

Ao colocar o aparelho para carregar, entretanto, veio a descoberta: se tratava apenas da carcaça de um celular, sem bateria ou circuitos. “Ele chorou muito, ficou muito triste e, mesmo o bandido tendo apagado o anúncio, nós salvamos as conversas que ele teve com meu filho. O nome era falso, mas a foto dele era verdadeira. Fizemos uma postagem [nas redes sociais], e os vizinhos aqui começaram a compartilhar, teve uma grande repercussão”, disse Luciene.

Empresária resolveu ajudar

A situação aconteceu no último dia 15 (Foto: Reprodução / G1)

Com a repercussão, a história acabou chegando nas mãos de uma empresária de 34 anos que não teve o nome revelado “Eu li e vi que o menino tinha usado todas as economias, além da indignação dos vizinhos, então, decidi doar um iPhone que eu tinha guardado. Só que fui atrás para ver se essa história era verdade mesmo, porque não tinha nem o nome do menino na postagem. Tentei falar com uma das vizinhas, até que descobri que ela era professora em uma escola aqui da cidade”, disse.

A mulher ligou para a mãe de João e pediu mais detalhes da história, marcando um encontro com a família uma semana depois, no shopping da cidade. A empresária pretendia doar o mesmo modelo de celular que a criança tinha comprado.

Hora certa no lugar certo

A situação aconteceu no último dia 15 (Foto: Reprodução / G1)

João Pedro e a família foram até o shopping, no horário combinado com a empresária. Enquanto aguardavam a chegada da benfeitora, o improvável aconteceu: o menino de 11 anos reconheceu o golpista pela multidão do local. Aí, os pais não tiveram dúvida e resolveram perseguir o homem.

“Fui ligar para a mãe dele para avisar que me atrasaria um pouco. Nisso, ela ligou gritando, dizendo que o filho dela viu o ladrão no shopping e que estavam correndo atrás dele. Não dá nem para acreditar, mas é exatamente isso que aconteceu”, falou. Na sequência, ela ficou sabendo de um acidente de carro nas redondezas, causado por um ladrão que tinha roubado o celular de um menino. Não deu outra, eram eles!

“Foi neste momento que eu conheci o João Pedro e a família dele, com o ladrão rendido por pessoas ali”, afirmou a empresária, que estava no trânsito perto do local.

“Eu fico relembrando tudo e falo que foi um milagre. Ela foi usada por Deus para chegar até nós e acharmos o golpista. Meu filho agora está super feliz e também acredito que todos nós aprendemos uma lição”, esclarece a mãe.